Resenha: "Morte e Vida de Charlie St. Cloud" de Ben Sherwood


Hey-ah! 
Mais um resenha quentinha!

Quem olha a capa do livro, acha que é mais um livro do Nicolas Sparks, até a forma de escrever é parecida. 
Conheci o trabalho do Ben depois de conhecer o filme, na verdade eu li antes de assistir como na adaptação para o filme o ator que interpretou o Charlie era o Zac Efron (<3). 

Autor: Ben Sherwood 
ISBN:9788563219183
Editora:Novo Conceito
Páginas:296
Ano:2010
Site:(Aqui) Acesse é uma graça. *--*
Skoob:(Aqui)





SinopseUm coração dividido entre dois mundos. Em uma pacata vila de pescadores da Nova Inglaterra, Charlie St. Cloud cuida dos gramados e monumentos de um antigo cemitério onde seu irmão mais jovem, Sam, está enterrado. Após sobreviver ao acidente de carro que tirou a vida de seu irmão, Charlie recebe um dom extraordinário: ele consegue enxergar, conversar e até mesmo brincar com o espírito de Sam. É neste mundo místico que entra Tess Carroll, uma cativante mulher treinando para navegar sozinha ao redor do mundo em um veleiro. O destino faz com que seu barco seja apanhado por uma violenta tempestade, trazendo-a assim para a vida de Charlie. Sua bela e incomum ligação os leva a uma corrida contra o tempo e a uma escolha entre a vida e a morte, entre o passado e o futuro, entre apegar-se ou deixar o passado para trás – e a descoberta que milagres podem acontecer se nós simplesmente abrirmos nossos corações.


Resenha
Morte e Vida de Charlie St. Cloud foi lançado em 2010 pela Editora Novo Conceito, pelo Autor Ben Sherwood.

O livro conta a história dos irmãos St.Cloud. Depois da morte de Sam seu irmão mais novo, Charlie se apega a sua promessa de ensinar/jogar com ele todos os dias ao entardecer.

A história é gostosa, é um livro para se ler em um final de semana. Depois dá morte de Sam, Charlie vai trabalhar no cemitério onde seu irmão está enterrado, ficando preso de alguma forma naquele lugar. 

Charlie ganhou depois do acidente um "Dom" de ver e falar com mortos, é parecido com o livro "A Mediadora". Assim ele pode cumprir a promessa feita ao seu irmão. Além disso ele vive uma vida meio que sem graça e monótoma desde então. Confesso que é até chatinho sabe, fica meio parado o livro.

Até a chegada de Tess uma jovem que está treinando para velejar ao redor do mundo, que meio que entra na vida do Charlie e ele logo se apaixona por ela, eles tem algo em comum tem a paixão por velejar. 
Até que ficou biita essa foto hein, rsrs.

A resenha de hoje foi um pouquinho menor, pois faz um tempinho que eu li o livro. 

Beijos!
Anne!

0 comentários:

Deixe seu comentário