[Resenha] As Vantagens de Ser Invisível - Stephen Chbosky




Posso confessar uma coisa, eu nunca sei como eu devo começar o post de resenha eu sei é algo aleatório, mas é que eu estava pensando. Acho que vou ficar com o meu clássico mesmo né!? 

Hey-ah! Hoje é dia de resenha. 

Eu comprei As Vantagens de Ser Invisível já tem um tempo, mas só agora que eu resolvi ler é que eu assisti ao filme antes sabe, e fiquei que com aquela sensação de que o livro seria incrível e eu ia ter aquela maldita depressão pós livro. E não é que eu acertei. Bom já vou avisando que a resenha não vai ser uma resenha vai ser mais um relato de experiência. Então não demore leia o que eu tenho a dizer!


Autor:Stephen Chbosky
Editora: Rocco
Páginas: 224
Ano: 2007

Eu quero ser infinita, eu sou infinita, eu me sinto infinita. 
Ler As Vantagens de Ser Invisível é uma experiencia diferente, é com toda a certeza que é o melhor livro que eu já li na minha vida até agora. Não, agora esqueça as leituras fantásticas ou qualquer livro que você já leu em sua vida até hoje. Ele te faz refletir QUEM você é, Charlie te encanta com o seu jeito sincero sobre sua história. Quando acabei de ler o livro, fiquei com saudade das cartas, elas eram para mim. O jeito que eram escritas, transportava todos os sentimentos nela. As canções não posso esquecer delas, ler e ouvir as músicas que o fazia sentir infinito te dá a sensação de ser transportado para 1991. 

Preciso ser honesta não tenho como fazer uma resenha sobre esse livro eu quero que VOCÊ coloque esse livro na sua lista leia, mas não demore. É uma experiencia gostosa e unica. Eu desejo que quando você ao terminar de ler sinta-se Infinita, pense sobre como você vê as coisas. Esse livro vai te fazer pensar as suas atitudes. 








SinopseAo mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.
As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.
Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.

Uma dica se você quiser ouvir a trilha sonora do filme que é a mesma que o Charlie compartilha no livro eu separei um post bem legal, tem todas as músicas e o player também.  (Link).


Até.

3 comentários:

  1. Olá :)
    Tenho vontade de ler esse livro, todos os meus amigos já leram e disseram que é muito bom e vale a pena, e depois de ler sua resenha, com certeza vou ler!!! haha parabéns!
    Beijinhos
    www.my--bookshelf.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Vontade enorme de ler o livro rs
    Todas resenha falam muito bem dela e agora você...haha sentindo maluca já porque se eu pudesse leria todos os livros do mundo kkkk
    Bem, adoro livros assim com mensagens, fazer pensar em nossas atitudes é bem legal ^^
    Gostei de sua resenha/opinião
    Beijos
    Tamires C.

    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Minha experiência com esse livro foi bem interessante, porque no início da leitura eu pensava que não iria me surpreender com a vida de Charlie, o achava muito monótono. Depois percebi que não era uma característica aleatória da personagem. O discurso de Sam quando ela está fazendo as malas descreveu todo o meu pensamento acerca de Charlie.

    Também fiz uma resenha no meu blog, se você puder dar uma conferida depois. ;)

    http://alguns-discursos.blogspot.com.br/2014/05/book-2-movie-as-vantagens-de-ser.html

    ResponderExcluir