Maratona Literária | Março

Eu sei que março ainda não acabou, mas estou tão empolgada com o meu ritmo de leitura desse mês, olhe veja bem no finalzinho de Fevereiro estava bem decepcionada com o meu ritmo de leitura, estava enrolando muito para ler os livros que já tinha e também estava comprando muito. Acho que já falei um montão de vezes aqui que eu sou daquelas compradoras compulsivas sabe. Então decidi que esse mês ia ler pelo menos 4 livros! E tá dando certo gente, já estou no quarto livro! :)


Vamos lá vou colocar os livros e um breve comentário sobre, pois vou deixar para falar bastante quando estiver fazendo a resenha, certo?

Jogador Nº1 - Ernest Cline (Lido)
Cinco estranhos e uma coisa em comum: a caça ao tesouro. Achar as pistas nesta guerra definirá o destino da humanidade.
Em um futuro não muito distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma chamada Oasis. Neste mundo distópico, pistas são deixadas pelo criador do programa e quem achá-las herdará toda a sua fortuna.
Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts escapa de sua miséria em Oasis. Mas ter achado a primeira pista para o tesouro deixou sua vida bastante complicada. De repente, parece que o mundo inteiro acompanha seus passos, e outros competidores se juntam à caçada. Só ele sabe onde encontrar as outras pistas: filmes, séries e músicas de uma época que o mundo era um bom lugar para viver. Para Wade, o que resta é vencer – pois esta é a única chance de sobrevivência.
A vida, os perigos, e o amor agora estão mais reais do que nunca.
O Jogador nº1 também estará nas telas pela Warner, e sua produção está sendo divulgada como o próximo AVATAR dos efeitos especiais!



O que eu achei: Eu adorei a leitura tem muita referencia aos anos 80 e isso é delicioso, sabe eu queria ter nascido uns 5 ou 6 anos antes mas fazer o que né... Assim que eu comprar ou conseguir ganhar de alguém vou tentar listar todas as referencias não consegui achar na internet, mas acho que deve ter no site do autor...tem alguns jogos e seriados que foram citados que me deixou com vontade de saber mais. Outra coisa gosto de livros que detalham assim fica mais fácil de imaginar, mas em alguns momentos quando é mais ação os detalhes faz com que a leitura fique devagar. 


Convergente - Veronica Roth (Lido)
A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. Livro mais vendido pela Amazon no segmento infantojuvenil em 2013, Convergente chega ao Brasil em meio à expectativa pela estreia de Divergente nos cinemas, em abril. A série segue no topo na lista de bestsellers do The New York Times.

O que eu achei: Ótimo final e muito choro. Só isso que eu posso dizer sem contar a respeito do conteúdo. Eu detonei as últimas  250 páginas de madrugada e acordei com os olhos ainda inchados na noite anterior. Pronto vamos para o próximo. Se você quiser pode ler os meus comentários durante o livro (Skoob) Tem Spoiler!

Contos da Seleção: O Príncipe e o Guarda - Kiera Cass (Lido)
Os dois contos que se passam no universo criado por Kiera Cass, autora da trilogia A Seleção, agora estão disponíveis em edição impressa. Em “O Príncipe e O Guarda”, o leitor pode acompanhar de perto os pensamentos e emoções dos dois homens que lutam pelo amor de America Singer. Antes de America chegar ao palácio, já havia outra garota na vida do príncipe Maxon. O conto O príncipe não só proporciona um vislumbre das reflexões de Maxon nos dias que antecedem a Seleção, como também revela mais um pouco sobre a família real e as dinâmicas internas do palácio. Descobrimos como era a vida do príncipe antes da competição, suas expectativas e inseguranças, assim como suas primeiras impressões quando as trinta e cinco garotas chegam. Para America, a vida antes da Seleção também era muito diferente. A começar pelo fato de que ela estava completamente apaixonada por um garoto chamado Aspen Leger. Criado como um Seis, ele nunca imaginou que acabaria se tornando membro da guarda do palácio. Em O guarda, acompanhamos Aspen a partir do momento que o grupo de trinta e cinco garotas da Seleção é reduzido para a Elite, conhecemos sua rotina dentro das paredes da casa da família real — e as verdades sobre esse mundo que America nunca chegou a conhecer. Leitura indispensável para os fãs de A Seleção, esta antologia inclui, ainda, um final estendido do conto O Príncipe; conteúdos extras exclusivos, como uma entrevista com a autora e dados inéditos sobre os personagens; além dos três primeiros capítulos de A escolha, o aguardado desfecho da trilogia, que será lançado em maio de 2014.

O que eu achei: Só com essa breve descrição do conteúdo do livro já posso dizer que o meu coração foi a mil, sou super fã dos livros da Kiera e dá própria autora e esse livro mostra o carinho dela com os fã em geral, ela preparou um conteúdo legal e cheio de detalhes para que você possa se sentir mais próximas da história, confesso que pensei em resistir a leitura e só ler quando já tivesse o livro A Escolha em mãos, mas não deu. Eu queria ler aqueles capítulos extras de A Escolha. Nem posso comentar que eu me apaixonei pelo Aspen, eu odiava ele achava que ele ia acabar colocando a Meri em perigo saindo as escondidas, depois de ler o conteúdo de O Guarda desculpa Maxon... mas fiquei com dúvidas. Se você quiser pode ver os meus comentários do livro no Skoob, mas já vou avisando que tem Spoiler! (Skoob).


O Lado Bom da Vida - Mathew Quick (Lendo!)
Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. Uma história comovente e encantadora, de um homem que não desiste da felicidade, do amor e de ter esperança.




Dezoito Luas - Margaret Stohl & Kami Garcia (Vou Ler)
Nesse novo romance, Ridley perdeu seus poderes, Link é um Incubus e as habilidades da família de Lena não andam muito acuradas. Nuvens de gafanhotos devoram todo o verde de Gatlin. Um calor sufocante deixa a grama marrom e os humores negros. Raios riscam o céu e tempestades assustam os animais. O equilíbrio está quebrado. Aparentemente, ao se Invocar Lena pode ter sido dado o pontapé inicial no Apocalipse.








Esse é a minha lista, tecnicamente só faltam dois para eu fechar a minha meta... mesmo sabendo que talvez eu troque Dezoito Luas por Maze Runner - Correr ou Morrer eu estou saindo no lucro. :)

Eaí, quais livros vocês leram esse mês!?


Resenha | A Menina que Colecionava Borboletas - Bruna Vieira




A Menina que Colecionava Borboletas é o terceiro livro da Bruna Vieira e o segundo no gênero de cronicas algumas já foram postada no próprio blog dela e outras inéditas, eu nunca tinha lido os outros livros lançados Depois dos Quinze e De volta aos Quinze.  

Nesse livro vemos que a Bruna está mais madura não só em relação aos garotos que acabam esbarrando no seu caminho, como na sua própria vida ás cronicas do livro é sobre isso. 


Algumas delas me deixaram pensando e muito! Eu lia uma ou três antes de dormir todos os dias as vezes quando eu lia uma que mexia comigo eu parava e ficava viajando sobre e assim a playlist do livro acabava e eu ainda estava pensando. rsrsrs. 

Por todo o livro temos ilustrações da Malena Freitas, com vários textos fofos. 

Eu não me apeguei a todas as cronicas do livros, algumas me tocaram mais que outras isso não significa que eu não tenha gostado só não me chamou muito a atenção sabe, pode ser que não era o meu momento e aquilo que eu li não tenha tocado meu coraçãozinho. :) 

Esse é o meu TOP 5 de cronicas favoritas do livro: 


  • É eu te vi no Metro.
  • Você ESTAVA errado.
  • O que é o amor afinal .
  • O dia que eu me apaixonei pela liberdade.
  • Aquilo tudo eu nunca te disse.

Eu queria dizer também que eu fiquei feliz por ter conhecido a Bruna pessoalmente lá na Campus Party, ela é super fofa e atenciosa até respondeu uma dúvida minha, haha. 
Aproveitei e coloquei a foto que tirei com ela. E ganhei meu livro autografado. < 3 






Essa é a minha humilde resenha, sempre considerei cronicas algo puro e pessoal. É legal e estranho ler algo de alguém tão pessoal.. as vezes até parece que você conhece anos aquela pessoa.. :) 



Música | Conheça a banda folk The Luminners

Um dos meus CDs queridinhos do momento é sem dúvidas é The Lumineers eu estou simplesmente apaixonada por todas as músicas e resolvi fazer um post só para falar desse trio lindo. 

Conheci eles através da música Ho Hey acho que por ter tocado tantas e tantas vezes na TV e nas rádios me fez ir atrás da discografia deles, logo eu descobri que eles são bem novos na carreira.



 Eles são lá de Denver, Colorado (EUA) e logo na estreia do álbum em 2012 pela Dualtone Records eles entram para no TOP 10 dos mais vendidos dos EUA, Canadá e Inglaterra. Não é para menos ultimamente o estilo Folk está dominando o planeta ~como Imagine Dragons não se preocupe vai ter post deles aqui!. 

Os integrantes da banda são Wesley Schultz, Jeremiah Fraites, Neyla Pekarek, Stelth Ulvang e Ben Wahamaki.

Separei uma playlist do CD deles de lançamento alto intitulado The Lumineers eu recomendo todas. Principalmente Flowers In Your Hair .

--//--



Vocês já conheciam a banda? Gostaram das músicas!? Espero que sim... não esqueça de comentar. 

Novidades + Nova integrante.

Hey-ah! 

Hoje venho com uma novidade, temos uma nova integrante no blog, a Andressa que é a mais nova universitária e também minha prima! 
Tenho outra nova notícia tomei vergonha na cara e comprei uma câmera não era exatamente a que eu queria, mas dá para o gasto. Agora vou poder fazer vídeos e TAG! 

Agora fiquem com a apresentação dela. 



"Olá leitores assíduos ou não do blog A Universitária. Eu sou a Andressa e estarei  contribuindo no blog com algumas colunas de assuntos diversos. Tenho 18 anos e moro em São Paulo capital desde meus 7 anos, antes disso morava no interior de SP; Mairiporã
especificamente. Por passar grande parte da minha infância ao lado da natureza desenvolvi um amor e carinho muito grande por animais e sou apaixonada por cavalos. Aprendi a montar bem nova ­ sempre com a vistoria do meu pai ­  Se deixassem passava o dia inteiro em cima de um cavalo. Meu sonho era fazer hipismo, mas ele vai ter que esperar...

    Me mudei pra capital no inicio da minha vida acadêmica literal, que seria o início do ensino

fundamental, e estou no mesmo lugar desde então.  Apesar de sentir muita saudades de onde
morava, acabei me acostumando com a vida corrida e poluída de São Paulo.
  
  Bem, eu gosto de fazer e aprender muitas coisas e acredito que tédio é desculpa para quem
não quer fazer nada. Ainda mais neste mundo mega tecnológico em que vivemos, que na dúvida de algo é só consultarmos o Lord Google e os n recursos que, a internet, apps e afins nos proporcionam. Afinal " A cura para o tédio é a curiosidade. Não existe cura para a curiosidade " palavras de Dorothy Parker.

      E isso ai galera, nos encontramos no próximo post !"





Review | Resgate em Alta Velocidade

Quando eu peguei o filme Resgate em Alta Velocidade para assistir não estava com expectativa muito alta, pois estava assistindo mesmo por causa da Selena Gomez ~sou fã, coisa de fã. 

O filme conta a história de Brent Magna um ex-piloto de corrida que é obrigado a fazer uma missão arriscada para salvar sua esposa que foi sequestrada por um cara que se diz ser fã dele, sem ao menos ver a cara do sequestrador de sua mulher ele começa a seguir as regras dele através do telefone e sendo vigiado pelas câmeras instaladas no carro a todo o momento. Nesse meio todo temos a personagem da Selena que acaba tentando roubar o carro em que Brent está infelizmente ela não é muito boa nisso com uma arma ela acaba entrando nessa enrascada. 
No decorrer do filme acabamos descobrindo que a personagem da Selena e Brent tem muito em comum ela é a real dona do carro, o pai dela é dono de um banco que faz transações online. Já vemos de cara que a relação de pai e filha não é boa, pois ela tem tudo o que quer menos atenção dele. Além de ótima mecanica ela também é uma hacker boa. 

Pausa para lamentação, algo que eu fico impressionada com um simples tablet ela consegue invadir e hackear servidores seguros, sério não é possível que essa tecnologia não chegue aqui logo. 

As cenas de corrida e batidas de carro não deixa a desejar, noventa por centro delas são mostradas de vários ângulos são ótimas um pouco exagerado, mas fazer o que é filme de ação. A todo momento do filme tem uma batida, se você gosta assista. 

Infelizmente o final deixa a desejar, vou contar mesmo. É brochante, sério! Quando você acha que eles conseguiram descobrir quem é o cara que estava aprisionando a esposa dele e fazendo as chantagens. Ele liga para o Brent e diz olha obrigada por roubar por mim e infelizmente não vou contar quem sou. Acho que era para ser um brecha para um próximo filme? 


Eaí já assistiu? O que achou?

Eventos | Campus Party #07 - 2014 A História de uma novata

Vou contar para vocês como foi a minha primeira Campus Party, antes de tudo! Você sabe o que é essa tal de campus party?



Nova edição da Campus Party volta à São Paulo (foto: Divulgação) (Foto: Nova edição da Campus Party volta à São Paulo (foto: Divulgação))


A Campus Party é o maior acontecimento tecnológico do mundo! Criada há 16 anos na Espanha, ela atrai anualmente geeks, nerds, empreendedores, gamers, cientistas e muitos outros criativos que reúnem-se para acompanhar centenas de atividades sobre Inovação, Ciência, Cultura e Entretenimento Digital. 
Ao longo de cinco dias, palestras, debates e oficinas fazem da Campus Party uma experiência única porque, neste período, ela se transforma no principal ponto de encontro das mais importantes comunidades digitais do país. São momentos em que é possível interagir, compartilhar conhecimento, produzir novidades e, através de seus palcos, acompanhar e analisar as principais tendências de um universo onde inovar é a palavra mágica.


Agora que você já sabe, vamos saber como começou tudo isso!

Sei da existência da Campus tem uns três anos, e um ano que vou na parte Open (área gratuita) desde do ano passado quando não consegui comprar o ingresso para edição de 2013 e convencer a minha mãe permitir que eu acampe por 7 dias em um lugar sem que eu conheça ninguém e que ela nem estaria lá. --"
As vendas dos ingressos dá compus sempre começa em outubro, então já com o discurso pronto pedi que o meu chefe me liberasse na última semana de janeiro. Foi até fácil conseguir que estou pensando se em outubro com o meu novo chefe eu vou conseguir novamente. 


Na última semana começou a correria para fazer a mala e correr atrás de uma já que a minha era pequena demais e eu tinha muita coisa para levar. Depois de pegar uma emprestada e separar tudo o que eu levar (roupas,colção inflavél,comidas, documentos, cadeado e claro os eletronicos). No domingo eu terminei tudo e finalmente estava tudo pronto para a segunda-feira

Primeiro dia: Fila, Fila, Fila e SEM internet!?:A Thássia e eu chegamos lá no Anhembi por volta das 8 ou 9 horas da manhã, o portão estava confirmado para abrir ao meio-dia, imagina aquele calor que divertido ficar naquela fila e só digo uma coisa nunca vi um lugar que tem tanta fila como na campus party, mas não posso negar que a experiencia estava sendo otima ~tirando o calor.
Também tivemos um problema com a credencial, na verdade a Thaty teve a moça no dia que fomos retirar na Fnac para facilitar a vida deixou dentro do plastico do RG e não foi uma boa ideia já que a tinta passou para a parte do plástico e tirando quase toda a cor da credencial. Pegamos uma fila para ela retirar outra e depois tivemos que ir para o final da fila, já que ficava em um disse não disse da hora que ia abrir o portão e acabou que abriu as dez horas, thanks Pacco! 

Depois de quase duas horas em pé na fila e muita, muita fome mesmo. Entramos e já pegamos a fila de entrar na área onde fica as barracas, a Thaty já tinha ido no ano passado e o pessoal que ela conheceu já tinha chegado e separado os lugares pra gente então nossa preocupação era pegar logo o camping de preferencia um do lado do outro. Mais 45 minutos depois e já estabelecida na minha barraca pegamos os notebooks e fomos para mais uma fila, eu comentei que desde da fila estava com fome, então muita fome mesmo!!! Até que a fila de cadastrar os eletrônicos estava pequena, depois de identificado fomos para a bancada. Adivinha descobrimos que a nossa bancada inteira estava com um problema de internet, o switch estava defeituoso... legal, chamamos um técnico e fomos atrás de comida!

Barracas na área de camping da Campus Party (Foto: Fabrício Vitorino / TechTudo)


A Comida:Quesito comida, na campus party comida é a coisa mais cara tirando a latinha de coca-cola de 350ml que se você tem para vender se sai milionário com o valor que é cobrado 5 reais cada e energético também é bastante cobiçado. Nossas opções de comida são o restaurante por quilo e também vende marmita, esse ano tinha o Dominó, Spoleto e BlackDog que jésuss era muito gorduroso!
Você também tem a opção de comprar um tipo que Campi alguma coisa que tem o café da manhã, almoço e jantar no valor de 237,00 dilmas.
E outras opções de pedir marmita na região o pessoal disponibilizava os números de lugares que sabiam e se pedissem em grande número saia mais barato ou ir em um shopping que tinha lá perto do Anhembi.
A Noite é de lei você tem que pedir Pizza! Você pode pedir por telefone, ir no lado de fora já que o pessoal das pizzarias já estão ligados que consegue faturar mais e geralmente é mais barato e rápido ou você pode ser bem sortudo como o pessoal da minha bancada e ganhar em uma promoção 3 pizzas e Coca-cola... :) #O$tentação. 

Brindes, Brindes e mais brindes:Esse ano a Campus estava muito fraca para brindes, tipo muito mesmo... sai com poucas coisa de lá... 
Os sorteios de brindes geralmente envolve o twitter e filas surgindo do nada, quando você ver uma fila entre simplesmente depois você pergunta para a pessoa da frente, provavelmente ela não vai saber mas você acaba descobrindo... 
O meu celular me deixou na mão várias vezes durante a campus acho que o pior de perder uns dois brindes bacanas pois o meu celular tinha travado foi perder as minhas anotações da palestra, nunca fiquei com tanto ódio quase taquei o meu no chão por causa disso. :( 

Segurança:Esse ano e pelo o que eu soube e nos outros também não estava melhor, eles pecavam em alguns quesitos como mudar várias vezes os sistema para sair da Arena para o Open nem eles sabiam que ordens seguiam pelo o que eu pude entender. Eu até briguei umas três vezes com a segurança pois ela queria barrar minha saída por causa da minha credencial que era dificil de ler o códig de barra. Isso na parte de transitar entre a Arena e a área Open. 
Já na parte das barracas e arena sempre tinha seguranças e por sorte não tive problema com equipamento roubado! 
Sim mesmo sendo um evento com pessoas de áreas relacionada tem que ter um mão leve. Claro que com algumas recomendações e cuidados você poderia curtir o evento sem nenhuma ocorrência. 

No quesito Palestra adorei estava ótimo, participei de bastante palestra... confesso que eu estava meio perdida pois são vários palcos, algumas eram no mesmo horário.. no total era 500 horas (em dias você levaria 3 meses para assistir tudo). O bom que você podia assistir tudo ao vivo e quase todas já estavam disponíveis no site e no Youtube. Assisti várias legais os workshops estavam de parabéns participei de dois Montando um site em 30 minutos com o GIMP e um de Edição de Podcast. 



A parte Open estava muito fraca muito mesmo, as únicas coisas legais eram a parte do Submarino que tinha o stand do Just Dance e do Batalha de Robôs que chamava muito atenção alem de ter vários web celebridades. 
Eles deram muito espaço para as Start-up entendo.. tinha até que várias legais. 

Fico me perguntando até hoje, o porquê do pessoal que vai para visitar tirar foto com as moças do stand do submarino tipo como se elas fosse celebridades -juro que não é recalque!.







Bom eu queria ter feito um vídeo legal ter postado todos os dias, mas quer saber ano que 
vem eu faço isso. :) 


Review | Sem Escalas


Quando eu assisti ao trailer do filme Sem Escalas fiquei bem empolgada que troquei na hora Robocop por ele, sem dó. Gosto de filmes que brinque com a mente do personagem e dos telespectadores. É interessante ficar durante o filme a procura de sinais que o personagem não está vendo. 

Data de Lançamento: 28/02 - Dirigido: Jaume Collet-Serra - Gênero : Suspense - Nota 4. 

Sem Escalas narra a história de Neil Marks um agente federal que é especializado em segurança aérea que tem alguns problemas pessoais. Depois de já acomodado no avião para dar inicio a mais um trabalho como passageiro disfarçado logo de cara percebemos que ele não gosta desse trabalho, Marks começa a receber mensagens ameaçando matar um passageiro a cada 20 minutos se não for transferidos US$150 milhões para uma conta bancária. A principio ele não dá muita atenção, mas a cada mensagem ele vai ficando mais apreensivo que talvez isso seja realmente uma ameaça válida. No mesmo avião temos outro agente federal que ele pensa que está brincando com ele pois o celular está em uma rede segura que somente os federais tem acesso. Quando ele confronta o agente e descobre que não é ele, ele começa uma busca para saber quem seria o suspeito só sabemos que ele usa um celular para fazer as ameaças e que a unica alternativa é usar aqueles métodos de continuar falando com a pessoa e ver quem está mexendo com o celular. 

A todo momento temos a câmera focando em alguém que pode ser suspeito ou atitudes da pessoa que pode ser o culpado. Já disse que gosto disso.. essa são as melhores partes. Quando você pensa que é um, alguém faz algo que possa ser suspeito. 

Teve um momento que eu fiquei bem apreensiva quando descobrimos que a conta para onde estão pedindo para fazer a transferência está no nome de Marks e começa a citar seus problemas pessoais ou a filha dele. Fiquei com medo que o filme acabasse virando um Resgate em alta velocidade que definitivamente o final é broxante. Felizmente isso é explicado. 

Algo interessante que nos cinemas brasileiros, mesmo em uma sessão legendada as mensagens que aparece na tela foram adaptadas para o português e também tratando-se de um filme em um avião as jogadas de câmeras são ótimas principalmente quando Neil tem que pegar uma arma no ar ~tão clichê e tão legal a mesmo tempo, haha. Essa cena é da arte do cartaz e do trailer. 

Ponto alto do filme Julianne Moore mesmo em um papel pequeno, estava esbanjando beleza até eu desconfiei um pouco dela. 

Aproveitem que o filme acabou de estrear e vão no cinema assistir! 
E não se esqueçam de comentar sobre o review

Trilha Sonora | Jogos Vorazes - Em Chamas

Espero que vocês estejam com saudade dos meus post com trilha sonoras, que são os meus preferidos.... 

Estava meio de pre essa semana e resolvi assistir os dois filmes do trilogia do Jogos Vorazes e acabei lembrando que não postei a trilha sonora para vocês junto com a resenha do filme como de costume... então aqui está! 

Lista
1- Atlas - Coldplay 
2-Silhouettes - Of Monsters And Men
3-ELastic Heart (Feat. The Weeknd and Diplo) - Sia 
4-Lean - The National 
5-We Remain - Cristina Aguilera
6-Devil May Cry - The Weeknd
7- Who We Are - Imagine Dragons 
8- Evertbody Wants to Rule the Word - Lorde 
9- Gale Song - The Lumineers 
10- Mirror - Ellie Goulding 
11- Capital Letter - Patti Smith
12- Shooting Arrows at the Sky - Santigold
13- Place for US - Mikky Ekko, Ammar Malik (Bonus Track)
14- Lights - Phantogram (Bonus Track)
15- Angel on Fire - Antony and the Johnsons (Bonus Track) 
16 - 13 CPM 22 (Bonus Track - Edição brasileira)

Espero que tenham gostado! 
Beijos!

Fonte

Resenha | A Garota das Cicatrizes de Fogo - Ricardo Ragazzo



Hey-ah! 
Aqui está a resenha do livro A Garota das Cicatrizes de Fogo do Book Tour do Ricardo Ragazzo. 

Autor: Ricardo Ragazzo.
Editora: Novo Século.
Páginas: 256.
Nota: 4.
Sinopse
Quatro anos após o desaparecimento da filha e a misteriosa morte da esposa, Johnny Falco recebe uma pista que pode ajudá-lo a desvendar o caso. Um homem aparece morto com as mesmas características inexplicáveis de sua mulher: O CORPO NÃO PASSA DE UM ESQUELETO COM PELE. Seis anos após ter 80% do seu corpo queimado em um atentado, Lisa Gomez acorda em um hospital com uma incontestável diferença: TODAS AS CICATRIZES DE SEU CORPO DESAPARECERAM! E quando o destino dos dois se cruzarem na pequena cidade de Valparaíso, ambos descobrirão que as tragédias que cercam suas vidas estão muito mais interligadas do que poderiam imaginar.




Olha se você me perguntasse do que fala livro A Garota das Cicatrizes de Fogo eu diria essa é fácil conta a história do Johnny Falco que  teve a  mulher assassinada de forma cruel e a filha desaparecida. E no meio dessa história toda temos Lisa Gomez que um dia acorda e suas cicatrizes simplesmente desapareceram. Quero deixar claro que o livro envolve de tudo, mas não deixa muito claro eu tive essa sensação com algumas falas e frases soltas do Johnny pode ser que sim pode ser que não.

Antes do Johnny conseguir a pista através do seu amigo Sal Salvatore de uma morte com características parecidas com a da sua esposa e ir para Valparaíso ele passa quatro longos anos atrás de qualquer pista que possa revelar o porque de sua esposa ser assassinada e ainda descobrir o paradeiro de sua filha que desapareceu no mesmo dia. Ao chegar na cidade ele apresenta-se como um investigador particular para não levantar suspeitas que é algo pessoal sua procura por informações da morte de Cecília Duarte. Que meio que é o ponto de ligação entre Johnny-Lisa-Daniel. Calma você não sabe quem é o Daniel(ou Alex) vamos falar um pouco dele Daniel era um mendigo que a Cecília ajudava perto do seu trabalho e ele foi a última pessoa a vê-la ou toca-la antes dela morrer de forma misteriosa. Assim que Johnny consegue essas informações ele vai atrás de Daniel para saber mais ele o mistério que envolve essa morte, infelizmente Daniel não sabe muito sobre seu passado, o que deixa Johnny bem desconfiado do garoto.

Quando eu peguei o livro fiz uma posta comigo mesma que o livro iria para algo mais ficção e que a minha curiosidade mesmo era como as cicatrizes da Lisa tinha desaparecido, não se preocupe isso é respondido no decorrer do livro. Algo que ficou suspenso no ar que eu fiquei meio brava por não ter sido respondido foi porque um cara joga gasolina e toca fogo em uma simples garotinha? A Lisa estava brincando em frente a casa dela quando um carro aproximou tacou fogo e a deixou agonizando sozinha. Oi!? Imagino que o cara era um doido maníaco com sérios problemas mentais, mas poxa. ~Desilusões a parte voltamos para a resenha. 

Enquanto escrevo essa resenha estou procurando um modo de escrever cada parte e interligar sem que fique confuso para vocês acho que estou falhando miseravelmente já que eu tenho que falar dos dois antes de chegar na parte que eles estão ligados!

A história é contada por dois pontos de vista do Johnny e da Lisa confesso que no inicio a parte Lisa era irritante, por dois motivos quando suas cicatrizes desapareceram ela só queria sair do hospital o mais rápido possível ela não queria servir de rato de laboratório para descobrir como as cicatrizes simplesmente desapareceram eu até entendo que ela não queria, mas ela praticamente disse um foda-se Doutor não quero ponto final e agora que ela podia frequentar a escola sem sofrer bullying já no primeiro momento ela meio que se torna uma metidinha irritante... (ainda bem que ela muda esse jeito). Assim que ela volta para a escola ela reencontra a Débora (ou maria tonelada) e elas recordam a antiga amizade que tinha antes do acidente. 

Depois de alguns ocorridos Lisa e Daniel ficam juntos de alguma forma eles estão destinados a isso e Johnny não confia nele, pois ele não se lembra nada sobre ele. 

Considerações finais: Para quem gosta de mistério o livro é ótimo pois temos várias reviravolta, algumas informações foram deixadas de lado, comentei isso em alguns parágrafos atrás. Tenho interesse de ler o livro 72 horas para Morrer  mistério não é muito o meu gênero mas a curiosidade ganha e novos gêneros são sempre bem vindos...   
 
Essa resenha foi escrita ao som do CD Some Nights - Fun.


Especial Harry Potter Wizardry Film

Na última Black Friday eu aproveitei as super promoções para garimpar produtos que o preço estava realmente valendo a pena, como não podia gastar muito o único jeito era gastar com sabedoria. Confesso que deveria aplicar isso na vida já que eu gasto muito, mas isso não vem ao caso.

O Submarino me fez um grande favor de colocar o Harry Potter Wizardry Film em promoção e eu comprei sem pensar duas vezes ... Ok, eu só comprei assim que vi, pois estava com medo de esgotar como os 7 livros que coloquei no carrinho quando fui fechar a compra tinha esgotado. Fuen!

Como estou sem câmera tirei foto de todos os detalhes do livro. Espero que gostem.











Essas imagens ficaram tão horríveis, mas eu tenho uma boa noticia eu comprei uma câmera! :) 


Beijos!