Série | Doctor Who


Uma das séries que mais tomou espaço na mídia nos últimos anos foi Doctor Who, a série britânica se popularizou no Brasil quando foi exibida na TV Cultura em 2013 e em pouco tempo conseguiu reunir uma enorme fan base.
Conheci Doctor Who durante um evento na livraria Cultura e a príncipio não foi amor a primeira vista, mas um dia estava entediada e resolvi dar uma chance (a maioria das pessoas que eu conhecia e que assistiam a série só me diziam coisas boas sobre ela) e dessa vez a série conquistou meu amor.

Doctor Who ganhando meu amor ^^

A série conta as aventuras de um alien que se auto intitula O Doutor e que viaja pelo tempo e espaço em uma máquina com a aparência de uma cabine de policia dos anos 60 junto com seus acompanhantes.
É eu sei, lendo essa sinopse você deve estar pensando "Como uma série com uma história tão bobinha pode fazer tanto sucesso?". Como eu disse eu também não morri de amores por Doctor Who logo de cara, mas conforme fui assistindo fui me apaixonando e entendendo o que faz de Doctor Who, Doctor Who.


Doctor Who começou em 1963 como um programa educativo onde o Doctor viajava com sua neta e os professores dela pelo tempo/espaço (sendo na maioria das vezes monstrando grandes acontecimentos históricos) . Logo a série virou um sucesso, porém na 4ª temporada o ator que interpretava o Doctor (William Hartnell) começou a apresentar problemas de saúde causando um possivel cancelamento da série. Para continuar os produtores criaram o conceito da regeneração onde quando muito ferido, o Doctor não morria, mas sim regenerava, ganhando uma nova aparência e personalidade. Essa idéia deu tão certo que sempre que o ator principal informava que não queria continuar na série o Doctor se renegerava e outro ator era apresentado ao público. Até agora o Doctor já sofreu 12 regenerações e mesmo com atores diferentes ainda é possivel ver que é o mesmo personagem que nos foi apresentado a 51 anos atrás.


Como a série não tem um protagonista fixo, a representação máxima da mesma é a TARDIS. A TARDIS é a abreviação de Time and Relative Dimension in Space, (traduzindo Tempo e Dimensão Relativas no Espaço) e é a máquina do tempo que transporta o Doctor e seus companions para qualquer lugar no tempo e espaço. Ela tem a aparência de uma cabine de polícia do anos 60, isso porque quando se materializou na Terra teve o seu sistema de camuflagem quebrado e o Doctor nunca se importou muito em arruma-lo. Outra característica  é que o seu interior está em outra dimensão fazendo você ouvir a frase "É maior por dentro" várias vezes durante o decorrer da série. Pra vocêr ter uma ideia de o quanto a TARDIS é grande nunca se soube ao certo quantos comodos possui dentro dela.

Pra mim uma das coisas mais dificeis para um fã de Doctor Who é explicar a série para outra pessoa, mas espero ter conseguido explicar um pouco para vocês.  Então, até mais e Allons-y

Parceria com a autora E. Samuel

Acho que 2015 vai ser um ano bom aqui para o blog... começamos bem com uma parceria com a autora E. Samuel, ela é autora do livro "Em busca do Amuleto de Aloni" da série "As quatro portas do Tesouro". O livro foi lançado no inicialmente lá no Canadá e também está disponível nos EUA, Europa e chegou aqui no Brasil a pouco tempo, vamos conhecer um pouco sobre a autora? 


Autora: E. Samuel
"Escrever um livro não é fácil, agora, falar de mim, aí está uma tarefa difícil! Se eu tivesse que me definir em uma palavra, estaria perdida! Nem que minha vida dependesse disso, não conseguiria! Preciso de muitas, muitas palavras! E mesmo assim, elas tem que ser escritas com lápis, pois estão sempre mudando.

Sou engenheira de formação, mãe de profissão, designer de joias nas horas vagas e escritora de coração. Adoro tudo o que envolve criatividade, desde criar (e fazer do nada) uma peça de joia, um desenho, até escrever uma história, ou um livro! Minha cabeça tem que estar sempre funcionando, inventando, imaginando!

Mudo como o vento, a cada momento me envolvo com alguma coisa diferente. Mudo de casa, faço novos amigos, invento um novo negócio, mas algumas paixões sempre retornam e escrever é uma delas." 


Vamos a sinopse do primeiro livro: 

"Daniel não imagina que depois de viver anos em uma metrópole, vai encontrar em uma pequena cidade, a grande aventura de sua vida! Juntamente com seus dois melhores amigos, Júlio e Marcelo, descobre a Mata do Anatema, cercada de lendas e mistérios.

Mas será possível que tudo o que falam sobre esse lugar seja verdade? Chegar um pouco mais perto não vai fazer mal nenhum... ou vai?

Uma aventura cheia de desafios, coragem, criaturas fantásticas e, principalmente, superação de limites! “Em Busca do Amuleto de Aloni”, o primeiro livro da série “As Quatro Portas do Tesouro”, traz aos jovens leitores uma história bem humorada e cheia de emoção, aventuras e fantasia, que vai capturar a atenção de jovens e crianças de todas as idades."




Em breve teremos resenha aqui no blog, yeah!


Pesquisa 2015 | EU QUERO CONHECER VOCÊ!

Sorry pela letras maiúsculas, mas eu preciso conhecer você leitor que acessa o blog. O blog vai completar 2 anos no dia 2 de Fevereiro e eu sinto que não conheço vocês direito então resolvi fazer uma pesquisa de público, eu sei vocês não gostam! OK, eu entendo vamos lá faz um esforço são poucas perguntas. :)




Se você respondeu me fala aí nos comentários!

Intercâmbio | Escolhendo a agência de intercâmbio


Pronto, finalmente você decidiu que vai fazer um intercâmbio! Começou a guardar dinheiro, pesquisar vários locais, mas então surgiu aquela terrivel dúvida: que agência de intercâmbio escolher? Essa é a decisão mais difícil na hora de se planejar, pois é a agência que vai te dar todo o suporte antes e durante o intercâmbio e isso pode transformá-lo em uma excelente ou trágica experiência.
Mas calma, não se desespere, lembra que estou pra ajudar? Pra isso separei algumas dicas que pra mim foram essenciais para escolher a agência que mais combinou com os meus interesses e fosse confiável.


*Procure agências que são associadas a Belta
A Belta (Brazilian Educational & Language Travel Association) é uma associação que reúne as principais agências brasileiras que trabalharam na área de intercâmbio, eles fazem uma avaliação das agências do mercado a fim de orientar o estudante na escolha da melhor. No site deles é possivel ver o que cada agência oferece, ter acesso a associações de outros países e efetuar uma busca de agência com base nas suas preferências.

*Pesquise sobre a reputação da agencia
Faça uma uma boa pesquisa sobre a agência. Procure por pessoas que já viajaram por ela e faça perguntas sobre a experiência, vá ao Procon e no site do Reclame aqui para ver se a agência possuiu reclamações e como a mesma solucionou eles.

*Tire todas as suas dúvidas
Pergunte, pergunte, pergunte! Quando for visitar a agência não tenha vergonha de fazer perguntas, até porque a agência está pra te ajudar então ela precisa saber que o você procura. Caso não saiba o que perguntar aqui vão algumas sujestões:

*Qual é a carga horária do curso oferecido
*Quanto tempo dura cada aula
*Quantos alunos tem em cada sala de aula
*Qual é a quantidade de alunos da mesma nacionalidade que a escola permite
*Como funciona o seguro saúde
*Se possui auxílio para a solicitação do visto
*Como funciona a politica de cancelamento

*Cuidado com os preços
Evite ao máximo escolher a agência levando em conta apenas o preço final do curso oferecido. O preço dos cursos é bastante influênciado pela carga horária do curso, qualidade da escola, dos professores e da acomodação oferecida. Então fique bem atento e busque encontrar uma agência com um bom custo/benefício.

Espero que essas dicas tenha ajudado vocês e qualquer outra dúvida deixem aí nos comentários.

Resenha | O Duque e Eu - Julia Quinn

Eu já li muitos livros engraçados, mas definitivamente o livro O Duque e Eu me fez rir muito alto e de forma descontrolável, esse foi o primeiro romance de época que li e que me surpreendeu. Eu amei pela forma que os personagens foram desenvolvidos e o enredo.

Autora: Julia Quinn
Ano: 2013
Páginas:288
Editora: Arqueiro
Nota

O livro "O Duque e Eu" conta a história de Simon Basset o duque de Hastings que retornou a Inglaterra depois de um longo tempo viajando, ele acaba voltando na alta temporada onde todas as mães de Londres estão loucas para casar suas filhas. Em um dessas festas para apresentar as damas aos cavaleiros ele acaba conhecendo Daphne Bridgerton a irmã mais nova do seu melhor amigo.

- O que vamos fazer com ele? - perguntou ela.
-Nós? - indagou Simon.
-Você disse que queria me salvar, não disse?
- Sim, eu disse. - Simon pôs as mãos nos quadris e avaliou a situação. (...) 

Logo de cara acaba surgindo uma química, mas não romântica para deixar claro é de amizade, pois Simon não quer se casar já Daphne quer só que a maioria dos homens só consegue enxerga-lá como amiga e também tem os seus irmãos que são extremamente protetores, com esses fatores eles resolvem unir o útil ao agradável, Simon começa a corteja-lá para que as jovens e suas mães parem de se jogar para cima dele e que outros pretendentes comecem cortejar Daph já que se um Duque começou a corteja-lá algo ela deve ter.

Agora me digam qual é a possibilidade disso dar certo sem que alguém não acabe se apaixonando lá pela metade do livro? Bem alta né, eu amei pelo livro mesmo tendo o romance como base a comédia é o que predomina em boa parte das falas, principalmente a família da Daph que está presente em boa parte do livro, como em encontros deles, passeios e festas.

Esse primeiro livro faz parte de uma série de oito livros: Os Bridgertons. Nesse primeiro livro você consegue conhecer um pouco de cada integrante que vai fazer parte da série. Aqui no Brasil já foi lançado cinco livros.

Eu amei o livro, a história, os personagens adorei tudo já posso dizer que virei fanzoca da Julia Quinn, uma autora fofíssima que tem um humor adorável. Eu espero que a Arqueiro editora aqui no Brasil que é responsável pela distribuição dos livros traga a autora em alguma Bienal.





#0by16


Todo Começo de ano faço a mesma promessa: Não comprar livros novos enquanto não ler todos os que eu tenho. Parece uma promessa fácil considerando que tenho muitos livros na fila de leitura, mas todo ano eu falho miseravelmente nessa tarefa terminando o ano com mais livros do que começei.

Esse ano um grupo de youtubers gringos (@dylanbooks @maureenkeavy @welldonebooks e @lizloveslit)  criaram o projeto #0by16, com o intuito é motivar os leitores a lerem todos os livros que estão na fila de leitura e que comecem 2016 com essa fila zerada. Esse projeto acontece no twitter (@0by16)  e para ajudar na leitura eles promovem alguns turnos de 30 minutos de leitura distribuidos durante o dia.

Eu particularmente achei o projeto bem legal e pretendo participar e intercalar com o desafio literário 2015, assim eu leio coisas diferentes, mais rápido e quem sabe conseguir zerar minha pilha que como podem ver na foto está um pouco grandinha ^^


Série | Gotham

Gotham é a série que você não pode simplesmente recomendar, você tem como obrigação afirmar que o personagem principal não é o Batman, Ok?

Eu vou te contar que dos lançamentos do ano passado Gotham foi a série que eu assisti o Pilot e não senti vontade de assistir mais, acho que a série sei lá era muito sombria e definitivamente não tinha curtido. E como eu sou uma amiga legal e sou a fornecedoras de episódios de várias séries para a minha amiga e no meio acabei passado para ela o Pilot... ela me encheu o saco o final de 2014 para que eu pegasse os outros episódios para ela. No fim eu não fiz isso, mas no começo do ano ela me induziu a assistir os outros episódio. Adivinha assistimos 6 episódios em um final de semana, agora vale a pena comentar para vocês. 

Da esquerda para direita: Harvey Bullock, James Gordan, Selina 'Cat' Kyle, Edward Nygma, Barbara, Oswald  Cobblepot, Fish Mooney e Bruce Wayne

O foco da série é o James Gordan, a historia inicia com a chegada do James a Gotham onde ele é o único detetive que age de acordo com a lei, a maioria não se opõe aos chefões da cidade. O primeiro e grande caso de James é justamente o assassinato dos pais do Bruce, a morte é exatamente como nos quadrinhos e filmes. O primeiro desafio para desvendar esse caso é mudar a mente do seu parceiro de trabalho o detetive Harvey Bullock ele não é uma pessoa que trabalha muito. 

Na série veremos vários personagens que no futuro serão vilões, o mais legal é poder acompanhar como isso vai acontecer, como eu disse no inicio a série não é centrada no Bruce ou nem virando o Batman ele tem 12 anos na série acho que nem veremos isso acontecer, apesar que tem alguns flash do Alfred sendo uma pessoa mais rigorosa com ele o ensinando a lutar. 

Cada episódio da semana é um caso diferente temos os personagens recorrentes que vão estar sempre por ali de alguma forma, como o Pinguim que eu sinceramente acho que está roubando a cena nos últimos episódios da temporada. E eu estou adorando a construção do personagem. Minha outra favorita é a Selina "Cat" Kyle que é muito fofinha e irônica.  

Alguns dos vilões que já conhecemos nos filmes e que já apareceram bem pouquinho na série: Pinguim, Charada, Harvey Dent, Ivy Pepper que parece inofensiva que eu tenho até medo do que ela pode se tornar. São aparições bem pequenas, mas como fã de Batman você já fica animado. 

Confesso que o Pilot não chamou muito a minha atenção, mas do segundo em diante você já começa a gostar. Recomendo fazer uma maratona e assistir no final de semana, como tem somente 11 episódios e a série está em um pequeno hiato e volta na outra semana(26/01) aproveite! Se você tiver Warner aproveite que está passando os episódios na TV. 

Bom e o veredito, Rayane? A nota vai ser 4/5 porque eu não me apaixonei logo de cara, então não seria justo. Agora não esquece deixe aí nos comentários se você assiste ou não, e claro se você vai assistir depois de ler essa super dica bacana! 

Review | Operação Big Hero

Eu estava bem ansiosa para assistir Operação Big Hero, até fiz um post em meados de abril falando sobre o filme porque 1) é um filme da Disney baseado em uma HQ da Marvel. 2) é Marvel. E só pelo o trailer eu fiquei morrendo de amores pelo filme.  Agora se um dia na sua vida você tiver a oportunidade de assistir um filme "infantil" em uma sessão no cinema com crianças, vá é a coisa mais divertida que existe, eu tenho uma "meia irmã" que nunca foi ao cinema, ela tem onze anos e essa foi a oportunidade certa para leva-lá. A sessão estava cheia e metade era só de crianças de 8 á 12 anos pelo o que eu pude ver e gente é muito fofo assistir com eles, eles riem sem se preocupar que alguém vai te olhar esquisito porque você está se acabando de rir por causa de uma cena.

Imagem: Google/Divulgação

Operação Big Hero não é uma HQ muito conhecida, mas foi uma ótima aposta da Disney em escolher essa para adaptar. A história em si é bem fofinha, ela se passa em San Frantoyko e qualquer semelhança com San Francisco é mera coincidência, onde dois irmãos Hiro Hamada e Tadashi são super inteligentes enquanto Hiro gasta seu tempo participando de lutas de robôs clandestinas seu irmão Tadashi passa o tempo criando algo que vá ajudar a sociedade. Em uma das lutas Tasashi vai ajudar seu irmão de quase ser pego pela policia, e decidi mostrar para o seu irmão que ele pode usar sua habilidade para algo "útil" e o leva para universidade para ele ver o que pode criar. Lá ele conhece vários amigos do irmão que inventa várias coisas legais. Eu como uma nerd/geek fiquei morrendo de amores pelo laboratório deles, é muito fofo tem várias ferramentas tecnológicas surtei geral vendo, mesmo sabendo que é tudo um desenho. (=/) É nesse momento que o Baymax entra em cena, ele é um robô criado pelo irmão para ajudar a tratar e cuidar de pessoas doentes e ele liga ao som da palavra "Aí".

Cena "Own!" Imagem: Google/ Divulgação


Baymax é a coisa mais fofa do mundo, por ser inflável e de não ter muito noção das coisas por ser um robô é claro, ele é prato cheio para as crianças todas as cenas engraçadas é quanto ele está presente. Confesso que ele compete com o Fred um dos amigos do irmão do Hiro que é o mais sem noção do grupo. A narrativa não é acelerada até porque você tem que conhecer cada personagem, como eu disse Big Hero não é uma história conhecida então você acaba conhecendo cada um deles. Todos são carismáticos, cada um tem uma personalidade evidente que te faz amar.

Imagem:Google/Divulgação


O filme é muito família, você vê a amizade que vai crescendo entre o Hiro e Baymax, o filme ensina a importância dos amigos e várias outras coisas. Eu assisti o filme em 2D e não vi muita coisa para assistir em 3D. Então se você ficar com dúvida recomendo assistir normal não vai ter muita diferença. Claro, que eu vou falar da dublagem que estava ótima! A Kefera não fala muito no filme, mas a personagem dela é muito divertida.


Bônus!

Eu sinceramente não me lembro de ter assistido outra animação da Disney no cinema, então quando passou um curta antes do filme eu achei super legal. Espero que vocês não achem que estou estragando uma surpresa, vou falar bem pouquinho do curta que passou antes do filme chamado "O Banquete" é uma história bem fofinha de um cachorrinho e... Ok! Não vou contar mais porque iria estragar. Vou deixar uma imagem dele para vocês ficarem com cara de ownn!

Curta "O Banquete" Imagem: Google/Divulgação


Espero que tenham gostado da critica do filme, eu particularmente amei então vá ao cinema e leve um irmão pequeno ou assista em uma sessão mais cedo, pois é bem divertido assistir com crianças. A nota vai ser a mais alta de todas. Não é a toa que está no meu Top10 de 2014.


Desafio Literário 2015

Ok, 2015 chegou novo ano, novos objetivos, novos desafios.

Decidi que ia participar de algum desafio literário esse ano e prometo me empenhar em chegar ao final de dois mil e quinze com todos os livros dessa lista lidos e resenhados pelo menos. Diferente daquele outro desafio de 52 filmes em 52 semanas que eu prometi assistir aos filmes e indicar aqui para vocês e que nem vocês deram conta que eu não fiz nadica de nada?  Hum, esse eu já tenho em mente os livros que eu vou ler então vai ser mais fácil! 

Agora, vamos ao desafio eu encontrei lá no Facebook e só depois que eu consegui o link original,não foi fácil não! São quase 50 temas, bem legais e amplos como: "Ler um livro com mais de 500 páginas" ou "Um livro que se passa em um colégio" são vários como vocês podem ver. 




Para esse desafio eu convoquei a Thássia e a Tatty para participar dessa loucura, será que vamos conseguir? Vamos tentar trazer todas as resenhas também vou manter uma página separada para vocês acompanhar nossos progressos! 


Quem for participar fala aí nos comentários. 

Fonte do Desafio: Popsugar e traduzido por: Nayahra 

Resenha | Endgame - O Chamado.


Autores: James Frey &
 Johnson-Shelton
Ano:2014
Páginas: 504
Editora: Intrínseca
Nota: 5/5
Uma coisa que você precisa saber sobre mim é que EU AMO ARGs!Sempre gostei da ideia de
conhecer uma história mais a fundo e ainda melhor quando eu sou uma das personagens. Pra você que não tem idéia do que eu tô falando vou dar uma explicação rápida: ARG (Alternate Reality Game ou Jogo de Realidade Alternativa) é um jogo onde mistura-se a ficção do jogo com a realidade utilizando meios de comunicação do mundo real como sites, telefones e redes sociais, fazendo com que desse jeito o jogador se envolva na história e interaja com os personagens.
Sabendo disso posso dizer que quando li sobre o mundo que cerca o livro Endgame - O chamado, fiquei muito entusiasmada e louca para começar a ler.

Endgame - O chamado é o primeiro livro da trilogia e conta a história de 12 decendentes das 12 linhagens que colonizaram o mundo e que tem como missão jogar/sobreviver ao Endgame.
Há 12 mil anos seres desceram na terra porque precisavam de ouro e para extraí-lo criaram a humanidade para servi-los. Em sua saida do planeta após terem conseguido o que queriam avisaram que um dia retornariam e que quando isso acontecesse o Endgame começaria, o jogo que determinaria o futuro da Terra. Acontece que os jogadores não jogam para salvar o mundo (que segundo os próprios já está condenado), mas salvar a si e a sua linhagem.

Durante a leitura esse livro me surpreendeu por alguns motivos.
*Por ter jovens como protagonistas o livro possui cenas de lutas bem cruéis e detalhistas a ponto de você conseguir imaginar e sentir tudo o que está lendo. Eu e meu estômago fraco tivemos que parar a leitura algumas vezes para tomar fôlego.
*Por ser narrado pelos jogadores, o leitor tem uma visão melhor do que levou tal personagem a agir daquele jeito e ver que ele pode ser sanguinário mas também ter um bom coração.
*O fato do livro não possuir parágrafos!! No começo eu sentia que tinha alguma coisa me incomodando referente a diagramação do livro e só depois de uns 5 capítulos, reparei que não tinha parágrafos! (Dizem isso também faz parte dos enigmas do livro).

Além da história o livro trás outro atrativo. Lembram que eu disse que era louca por ARGs? Então, dentro do livro existem vários enigmas para que o leitor possa jogar o seu próprio Endgame e no final o vencedor irá ganhar nada mais nada menos do que 500 mil dolares! Porém o mundo de Endgame não ficará só nos livros, já está no ar um outro ARG que explica melhor o mundo dos livros o "Ancient Societies"(mas que não é o ARG que irá fazer você ganhar o prêmio) e os autores já disseram que também teremos filmes (produzidos pela FOX) e um jogo de celular (produzido pela Niantic Labs, uma empresa associada ao Google) para completar a experiência de imersão do leitor.

O Endgame é real, o é Endgame é agora, o Endgame é muito mais que apenas mais uma trilogia distópica na sua estante, o Endgame é uma experiência que você não vai querer perder.

Resenha | Sombra e Ossos - Leigh Bardugo

Conheci a trilogia Grisha em um evento da editora Gutenberg em meados de Abril de 2014 não falamos especificamente só desse livro, mas de vários outros livros e acabamos ganhando esse de brinde no evento o primeiro e amostra do segundo livro. 
Autora: L. Bardugo
Ano: 2013
Páginas:288
Editora: Gutenberg
Nota:
 
Sombra e Ossos é um livro rico em detalhes, a autora Leigh Bardugo criou um mundo todo novo praticamente e com nomes complicados, o que ? é pura verdade só na metade do livro que não precisava mais olhar o significado de algumas expressões.

O livro conta a história da Alina Starkov uma orfã de guerra que desde de pequena foi criada com o seu melhor amigo Maly. Ao crescer Alina se torna uma Cartógrafa do regimento militar e sempre acompanhada de Maly o rastreador. Em uma das expedições a Dobra das Sombras, uma faixa de escuridão onde existe predadores volcras*. Eles são atacados e no meio da confusão Maly tenta salvar Alina dos volcras que tenta ataca-lá e ele acaba se ferindo e quando os volcras tentam novamente, Alina entra em desespero pois não quer Maly morra e acaba revelando um poder a muito tempo escondido e nesse momento que tudo começa a mudar. 

A principio o livro é um pouco complexo, mas vou tentar explicar para vocês. Temos:

Os Grishas que são soldados do Segundo Exército, mestres da Pequena Ciência. 
Os Corporalki que são a Ordem dos Vivos e dos Mortos: Sangradores e Curandeiros.
Os Etherealki que são a Ordem dos Conjuradores: Aeros, Infernais e Hidros. 
e por ultimo os Materialki que são a Ordem dos Fabricadores: Durastes e Alquimistas. 

A  partir disso ela é apresentada ao líder dos Grishas o misterioso Darkling, que ordena que ela seja levada imediatamente a corte real para ser treinada com os outros Grishas um elite mágica e acaba descobrindo que tem um grande poder que foi passado despercebido pelos Grishas que a "testaram" quando pequena e para isso precisa ser treinar para ajudar a destruir a Dobra da Sombras que não vai ser fácil principalmente em mundo totalmente diferente do que está acostumada ela tem que lidar com isso e principalmente por ter que ficar longe de Maly. 

O livro é uma ótima leitura, eu até tentei ler ele em uma velocidade menor para aproveitar e valeu a pena. O romance está na medida certa, ela não se lamenta muito pelos cantos. Os personagens secundários são cativantes. O desenrolar da história é legal pois não é previsível na verdade se você acha que algo vai acontecer de um jeito acaba acontecendo de outra forma, tipo de livro que eu gosto. 

A caligrafia e detalhes do livro está linda, com maps no inicio do livro para você se localizar. Eu gosto da folha que a Gutenberg usa é meio grossa, parece que é o livro tem bastante página mais na verdade tem poucas e em cada capítulo temos alguns detalhes.  *--*

* Volcras: eu imagino ser uma mistura de animais voadores como urubus, pássaros e outros bichos muito feios que não gostam de luz.

Bom é isso, espero que tenha gostado da resenha se você já leu o livro deixe comentários aí em baixo e se não leu me fale se deixei com vontade! 




Postado por: 
Rayane Oliveira

TOP 2014 | Os nossos filmes favoritos!

Todo final de ano é a mesma coisa fazemos um lista ou um top X das coisas mais legais que aconteceram no ano, dessa vez estou fazendo uma lista dos melhores filmes que lançaram em 2014. Peguei a opinião da Tatty e da Thássia para decidir quais foram os melhores na nossa opinião. Confesso que não foi fácil então os filmes não estão em ordem de favoritismo, porque seria impossível.



Não foi fácil colocar só nove filmes aí, mas confesso que os que estão na lista são ótimos filmes. Outros que eu assisti e deixei fora da lista:

  • O Espetacular Homem Aranha: Ameaça de Electro
  • Divergente 
  • X-Men Dias de Um Futuro Esquecido
  • Sem Escalas 


Alguns deles tem críticas aqui no blog.


Me fale aí nos comentários quais foram os seus favoritos.