Resenha | A Joia - Amy Ewing


A Joia
A Cidade Solitária
Autora: Amy Ewing
Ano: 353
Editora: LeYa
Violet tem 17 anos e mora em um internato desde dos 12 anos quando foi tirada de sua família por ter algo que a realeza não tem: genes capazes de gerar bebês perfeitos. O livro inicia nos últimos dias de Violet no internato, onde ela passou os últimos anos aprendendo a dominar o seus presságios além de ser uma ótima substituta para a Joia.

Essas substitutas depois de passarem anos aprendendo sobre os presságios também passam por um teste para saber qual será o seu lote, os lotes vão até 200 quanto mais alto o número do lote maior o seu domino sobre o presságio, além de serem mais caras. Então Violet ou melhor lote 197 parte do Pântano a cidade mais pobre da Cidade Solitária para a Joia.


Uma explicação rápida sobre como funciona: A Cidade Solitária é dividida em cinco círculos:

A Joia - Realeza  
O Banco - Comerciantes
A Fumaça - Fabricas
A Fazenda - Agricultura
O Pantano - Não possuí nenhuma atividade, é a parte mais pobre da cidade. 

Ao chegar no leilão Violet, é comprada pela Duquesa do Lago umas das famílias fundadoras e mais ricas da cidade. Assim que ela chega na casa ela percebe que sua vida não ia melhorar como achou, a Duquesa é uma verdadeira megera e vai fazer da vida dela um inferno.


O mundo que a Amy criou não é diferente do que vemos nos outros livros distópicos, a diferença está na crueldade colocada ali, pois as substitutas são tratadas como objetos de procriação somente isso. Isso gera muitas dúvidas para a personagem Violet, o que acontece com as mães depois de ter os bebês? Para onde elas vão?

A parte romântica do livro ficou muito acelerada, achei que poderia ter sido diferente mais devagar. Confesso que estava mais interessada em saber como a Raven, amiga da Violet do internato que também tinha sido vendida para umas das duquesas fundadores estava que para o romance todo.

Raven e Violet são melhores amigas do internato e quando vão para a Joia acabam se separando,  por sorte as famílias fundadoras tem tanta briga e falsidade que elas acabam se encontrando em jantares.

Quando comecei a ler A Joia eu tinha certeza que tinha vários elementos de outras distopias, por sorte o livro dá uma guinada lá na página 67 e aparece as diferenças que torna o livro único.

Comentário breve sobre o final, sabe quando você está com um livro as páginas estão acabado e parece que o livro vai terminar sem nada espetacular? Isso não acontece com esse livro.

Essa foi a resenha do livro A Joia da autora Amy Ewing, espero que tenham gostado!
Não se esqueçam de deixar o seu comentário me falando o que achou!


0 comentários:

Deixe seu comentário