Resenha | Reboot - Amy Tintera

Reboot foi aquele livro que eu não dava nada pela leitura e só coloquei na lista do MLI para não ficar sem livro do gênero de distopia. 
Autora: Amy Tintera
Ano: 2015
Páginas: 352
Editora: Galera Record
Nota


Antes de falar sobre personagens e a historia em si, preciso te explicar melhor sobre o que é essa distopia que parece quase um The Walking Dead - brincadeira. A história gira em torno do vírus KDH que dizimou a população, esse vírus faz com que as pessoas que morrem voltem a vida. O tempo que você fica "morto" é o número que você vai ganhar, quanto mais tempo demorar para voltar, maior vai ser a sua força sobre-humana e menor vai ser a sua personalidade. 


Agora que estamos habituados, o livro conta história de Wren a 178 uma das reboots mais fortes que tem na corporação, essa corporação é uma parte do governo que controla os infectados fazendo captura e treinamento deles. Wren sempre treina os novatos que tem o número mais alto, pois ela odeia a forma que os mais novos são tão "humanos", gritam e questionam. 

Quando Callum um novo novato de numeração 22 chega e começa agir de forma diferente dos demais, ela fica tentada a escolher ele para treinar. Callum não é um novato fácil por ter uma numeração mais baixa e mais percepção humana ele questiona tudo ou é muito fraco o que torna o desafio de treina-lo muito pior. 

Por estar contato com Callum, ela começa a questionar até a própria corporação. E isso pode coloca-la em apuros. 

O que mais gostei no livro é que ele não tem somente uma trama e sim 3 onde vai acontecendo tudo de uma vez e eu acho o ritmo do livro consideravelmente bom consegui ler ele em dois dias sem muitos problemas. 

Espero que tenham gostado da resenha e que coloquem o livro na meta de leituras! 


0 comentários:

Deixe seu comentário