Resenha | Não Olhe - FML Pepper

Olha eu aqui para  falar mais uma vez da série "Não Pare" da FML Pepper, dessa vez com a resenha do segundo livro da trilogia. 

Ano: 2015
Páginas: 352
Editora: Valentina
Nota
Nina finalmente está em Zyrk, a terceira dimensão. E isso pode não ser boa coisa, entre a vida e a morte ela é levada até Thron por Richard o nosso nem tão confiável resgatador. Agora ela tem a oportunidade de conhecer melhor esse mundo e ter as respostas importantes para suas perguntas, principalmente sobre seu pai e a lenda. 


Algo que eu gostei foi poder passear por toda Zyrk não somente o reino de Thron como as outras que existem. Cada uma tem sua peculiaridade na forma que trata aqueles que vivem ali e também podemos ver como os líderes tentam lidar com o fato de ter a famosa e única híbrida em seu poder.

Alguns querem mata-la e outros querem descobrir se a lenda é verdadeira fazendo experimentos. Será que ela é realmente capaz de despertar sentimentos impossíveis nos zyrkianos? 

Nina está bem mais determinada que no livro anterior, ainda mais com essas incertezas que existem. Acho que unica coisa que me incomodou durante a leitura desse livro foi ela ainda ter um certo problema em confiar demais nas pessoas principalmente no Richard, nesse livro ele está muito instável e tudo que ele faz fica meio controverso durante toda a leitura sem contar que muitas vezes foram gastas páginas e páginas para no fim ele ir lá e fazer algo totalmente diferente. 

Richard eu senti vontade de bater em você várias e várias vezes.... 

Pra mim, Não Olhe! fez o seu papel veio para trazer as respostas e mostrar como Zyrk era principalmente desenvolver o mundo que no primeiro livro era só meros comentários. Como disse o que me incomodou foi o romance Nina e Richard que deixou a leitura um pouco desanimadora, porque você fica com aquilo na cabeça "ele vai fazer merda de novo, tenha dúvida pelo amor de Zeus! Não confie tão rapidamente" tirando isso, fiquei feliz com a volta de personagens do livro anterior e até um que aparece que você não esperava. 

E novamente o livro termina naquele cliffhanger maroto que te faz gritar Pepperrrrrrrrrrrrr não faz isso comigo! 

" Eu sorri."
" - É ai que você se engana." 


Aguardo ansiosamente o próximo e último livro da trilogia o "Não Fuja" que já foi lançado esse mês pela Editora Valentina.


Sim!!! Teve dia autógrafos aqui em São Paulo e eu fuiii! ^^ 



Eaí o que acharam do segundo livro? Não se esqueça de comentar! 

Resenha | Fúria Vermelha - Pierce Brown

Eu sou do tipo de pessoa que sempre tem a expectativa alta pra qualquer coisa, se você assistiu o vídeo de book haul deve ter visto como eu surtei quando ganhei o livro Fúria Vermelha e posso dizer esse livro é ótimo, a melhor leitura do ano até o momento.

Fúria Vermelha
Ano: 2014
Editora: Globo Livros
Páginas:468
Nota
Darrow tem 16 anos e vive no subsolo de Marte, escavando túneis subterrâneos como um mergulhador do inferno. Darrow é um vermelho e acredita que seu trabalho e de todos os vermelhos de sua colonia é escavar para deixar Marte habitável para os outros que ainda estão na Terra.

Após uma perda drástica , ele acaba descobrindo que tudo o que viveu era um mentira contada pelo Governo, Marte já foi colonizada há séculos e a sociedade é dividida por cores, mas os vermelhos que vivem sem ver a luz do sol ainda permanecem no subsolo para continuar escavando matéria prima para manter Marte viva.

Darrow consegue ir para a superfície com a ajuda dos rebeldes chamados de Filhos de Ares, ao chegar ele é recrutado para uma missão que tem como objetivo infiltrar-se na alta sociedade e libertar os vermelhos. Essa missão é dividida em partes: sobreviver a uma transformação, entrar no Instituto, passar nos testes e ser aprendiz de um Pretor que são aqueles de possuem cargos altos na sociedade.

Pierce fez um trabalho muito bom na narrativa do livro, ele sabe quando ser bem descritivo e quando não ser, por exemplo quando Darrow estava armando uma estratégia você não ficava sabendo na hora somente quando a ação estava acontecendo, não me lembro de ter lido outros livros que usam esse tipo de narrativa. As partes mais sanguinárias do livro não era tãoooo detalhadas o que pra mim é ótemo! 

O livro é uma ficção cientifica, mas tem um pegada meio medieval com algumas coisas de mitologia romana. Eu sei, parece uma mistura muito estranha e que não tem como dá certo, mas pode ter certeza casa muito bem.

Eu adorei a leitura e estou pronta para ler o próximo livro da trilogia que chama-se: "Filho Dourado" e já foi lançado aqui no Brasil pela Editora Globo Livros.

Só queria acrescentar também que a Globo Livros fez um ótimo trabalho na tradução do livro, pois deixou todos os palavrões mesmo. Quando eu peguei o primeiro palavrão eu parei, li de novo e reli porque eu não acreditei que ia rolar palavrão, eu tinha que comentar isso gente. :)

Abaixo algumas imagens dos detalhes do livro.





Não esqueça de comentar !

Funko Pop! | Minha coleção

Não lembro quando, mas lembro que foi no site do Just Lia que vi pela primeira vez os Pop! da Funko e e apaixonei por eles. Sempre desejei ter pelo menos um na minha estante, mas com os preços absurdos pelo qual eles são vendidos aqui no Brasil não pensava em adquiri-los tão cedo. Mas quando comecei a viajar minha coleção começou a se formar.

Os primeiros Pop! que eu comprei foram esses de Game of Thrones, o Tyrion e a Daenerys, durante meu intercâmbio em Londres na Forbidden Planet (impossível sair dessa loja sem nada). Como vocês podem ver a minha Dany veio com probleminha e pra ela ficar em pé tenho que colocar um clip, porém ela continua sendo a coisa mais fofa com esse dragão no braço.

Quando fui pra Toronto comprei os Pop! de Doctor Who e tive a sorte de poder encontrar essas duas edições especiais: o 10th que só vendia nas lojas da Hot Topic e o 11th que era uma edição especial da Comic Con.

Então veio a viagem para Nova York e quase fui a falência. A princípio eu iria comprar apenas os Pop! do Trio de Harry Potter, porém ao entrar na Midtown Comics me deparei com toda a coleção de True Blood, que eu jurava que nunca mais ia encontrar na vida já que a série tinha acabado. Aí foi uma tristeza pra escolher quais trazer e no fim comprei a Sookie, o Eric e a Pam.

Aliás o que dizer dos Pop! de Harry Potter? Anos esperando por eles serem cogitados a entrar na coleção para quando finalmente serem lançados serem a coisa mais difícil de serem achados. Lembro que fui em umas 4 lojas diferentes só para achar o Ron!

E essa é a minha coleção toda junta que tenho certeza que só crescerá com o passar o tempo. Todos os Pop! custaram em torno de 9 a 15 dólares e foram comprados nas lojas Hot Topic, Forbidden Planet e Midtown Comics. Em breve farei outro post com dicas de onde comprá-los estando aqui no Brasil e por um preço bem próximo do que é vendido lá fora, mas enquanto isso deixem qualquer dúvida nos comentários.

Resenha | Cidade dos Etéreos - Ransom Riggs

Autor: Ransom Riggs
Ano: 2016
Páginas: 384
Editora: Intrínseca
Compre
Depois de 2 anos esperando por esse livro, tenho que dizer que dei pulos de alegria quando vi que finalmente poderia ler a continuação de "O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares" e descobrir se o grupo de peculiares iria conseguir salvar a Srta. Peregrine.

O livro começa exatamente do ponto onde o primeiro parou, com Jacob e as outras crianças fugindo da ilha onde viviam e com pensamento fixo em salvar a Srta. Peregrine que está presa sob a forma de ave. Após fugir de vários perigos e descobrir que praticamente todas as Ymbrynes (Protetoras dos peculiares) foram capturadas pelos acólitos, os peculiares descobrem que a unica chance de salvar sua Tutora está em Londres, cidade que além dos etéreos é assombrada pela guerra. Além disso Jacob tem que tomar uma grande decisão: ficar no passado com Emma ou voltar para seus pais nos dias de hoje.

Por terem saído de sua ilha e se aventurarem pelo mundo afora, novos peculiares são apresentados ao leitor, como o cachorro Addison e a jumirafa Deirdre. Temos também um melhor desenvolvimento dos personagens e vamos descobrindo quando eles entenderam que eram peculiares, quando encontraram a Srta. Peregrine e entendendo melhor como funcionam os seus poderes. Pra mim os melhores personagens nesse quesito foram o Jacob e o Millard.

Pra mim esse livro foi melhor que o primeiro, pois a escrita do Ransom Riggs ficou muito melhor, me deixando muito mais envolvida com a história a ponto de ficar no famoso "só mais um capítulo" e ficar desejando "library of souls" pra ontem. Sem contar que as fotos estão cada vez melhores em complementar a trama além de estarem bem mais "peculiares" (Nunca vou superar a foto do palhaço).

Além de uma ótima história, "Cidade dos Etéreos", tem uma edição de encher os olhos. Em capa dura e jacket toda cheia de detalhes e com um ótimo acabamento, só tenho que parabenizar a Intrínseca pelo excelente trabalho. O único problema é que como o livro pertencia a Leya as capas e tamanhos não equivalem deixando louco o meu TOC com livros.

Então aproveite que esse ano o filme do primeiro livro será lançando nos cinemas com direção de Tim Burton e entre de cabeça nesse mundo peculiar.

Terei pesadelos com essa foto pra sempre