Eventos | #MochilãodaRecord 2016

Nó ultimo mês tivemos o #MochilãodaRecord e eu atrasada como sempre vim contar um pouco de como foi o evento organizado pela Editora Record aqui em São Paulo.

Confesso que eu tinha o objetivo de gravar um pouco do evento para vocês, but infelizmente não deu porque eu fui sozinha então se não teve vídeo culpem a Thássia. ^^

O Mochilão da Record passou por várias cidades e decolou por último aqui em São Paulo que teve evento em dois dias diferentes. Um especial para o lançamento do livro "Amor em tempos de #Likes" e outro no final de semana seguinte somente com o conteúdo do mochilão.

Eu fui no último final de semana e tive que encarar uma fila com quase 270 pessoas na minha frente e além de outras 300 que chegaram depois de mim. Isso porque eu cheguei lá no Center Norte por volta das 9hrs da manhã e as senhas iam ser entregues a partir das 10hrs com o inicio da primeira sessão para as 11hrs.

Uma foto publicada por A Universitária (@auniversitaria) em

A principio só teria uma sessão do evento com 200 pessoas e se houvesse mais 60 pessoas teria uma segunda sessão para essas pessoas. Digamos que tinha muito mais que isso e eles acabaram fazendo duas sessões com quase 300 em cada. E eu uma pessoa muito abençoada fui umas das últimas pessoas a pegar senha para a primeira sessão. o/

Um vídeo publicado por A Universitária (@auniversitaria) em

O conteúdo do mochilão não foge muito dos eventos de mesmo gênero onde vimos vários lançamentos da Editora para esse ano, infelizmente não tivemos nenhuma informação de autores que viriam para Bienal esse ano. É galera parece que não vai ter a loucura Cassandra Clare de novo. 

Como foram muitos livros vou comentar aqui com vocês e deixar a sinopse somente daqueles que eu achei interessante (o que não é pouco!).


  • Silêncio - Richelle Mead

Pelo que Fei se lembra, nunca houve um ruído em seu vilarejo todos são surdos. Na montanha, ou se trabalha nas minas ou na escola, e as castas devem ser respeitadas. Quando algumas pessoas começam também a perder a visão, inclusive a irmã de Fei, ela se vê obrigada a agir e a desrespeitar algumas leis. O que ninguém sabe é que, de repente, ela ganha um aliado: o som, e ele se torna sua principal arma. Ao seu lado, segue também um belo e revolucionário minerador, um amigo de infância há muito afastado em função do sistema de castas. Os dois embarcam em uma jornada grandiosa, deixando a montanha para chegar ao vale de Beiguo, onde uma surpreendente verdade mudará suas vidas para sempre.

  • A Guardiã de Histórias - V. E. Schwab

Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras. Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e o vasto domínio em que eles descansam é o Arquivo. Mackenzie Bishop é uma implacável Guardiã, cuja tarefa é impedir Histórias geralmente violentas de acordar e fugir do Arquivo. Naqueles domínios, os mortos jamais devem ser perturbados, mas alguém parece estar, deliberadamente, alterando Histórias e apagando seus trechos essenciais. A menos que Mac consiga juntar as peças restantes, o próprio Arquivo sofrerá as consequências.

  • Um tom mais escuro de magia - V. E. Schwab

Kell e Lila atravessam portões mágicos para visitar três versões bem diferentes de Londres: a Londres Vermelha, cheia de vida e magia; a Londres Cinza, com um rei louco e zero magia; e a Londres Branca, onde as pessoas lutam para controlar a magia e a magia contra-ataca.

  • O Caderninho de Desafios de Dash e Lily - David Levithan e Rachel Cohn
O novo livro de David Levithan e Rachel Cohn que juntos escreveram Nick e Nora Uma noite de amor e música acompanha a dupla Lily e Dash. Ela está doida pra se apaixonar e, pra encontrar o par perfeito, decide criar um caderninho cheio de tarefas e deixá-lo na livraria mais caótica de Manhattan. Quem encontra o moleskine é Dash, e os dois começam a se corresponder e trocar sonhos, desafios e desejos no caderninho, que vai se perdendo nos mais diversos lugares de Nova York.


  • Garota no Trem - Paula Hawkins
Todas as manhãs, Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas dágua, pontes e aconchegantes casas.Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes a quem chama de Jess e Jason , Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess na verdade Megan está desaparecida. 


  • A Mediadora: Lembrança - Meg Cabot 
Meg Cabot retorna com uma divertida e sexy continuação da saga de Suzannah Simon, a menina que via fantasmas... e os ajudava a passar para a luz Agora, mais velha e experiente, tudo que Suze quer é causar uma boa impressão no primeiro emprego desde sua formatura — e desde o noivado com o Dr. Jesse de Silva, ex-espírito e sua alma gêmea. Como não bastasse, um fantasma de seu passado resolve aparecer. E esse não é um espectro que ela possa mediar. Afinal, Paul Slater está bem vivo, milionário e, ainda por cima, é o novo proprietário da antiga casa de Suzannah. Aquela na qual conheceu Jesse. Isso não seria um problema se ela não tivesse acabado de descobrir que uma antiga maldição poderá transformar seu amado num demônio, caso seu antigo local de descanso seja demolido, como Paul pretende. Agora ela precisa dar um jeito em Paul, que a está chantageando sexualmente — isso mesmo... ou ela dorme com ele, ou perde Jesse —, enquanto tenta ajudar uma caloura assombrada por uma menininha muito poderosa... "


  • Além-Mundos - Scott Westerfeld
Darcy Patel escreveu seu primeiro livro em um mês. Não muito tempo depois, se mudou para Nova York, para realizar o sonho de viver de escrever. Lizzie se prepara para mais uma viagem de avião, até terroristas invadirem o aeroporto e começarem a atirar em todos. Desesperada, Lizzie se joga no chão. Eu estou morta, eu estou morta... No fim, está tão convencida de pertencer ao lugar dos mortos que acaba atravessando a fronteira do além-mundo. Darcy criou Lizzie. A menina de Além-mundos é sua protagonista. Enquanto Lizzie se vê cada vez mais envolvida nos assuntos dos mortos e do submundo, Darcy luta para se manter no paraíso do YA, na Big Apple, e quanto mais Darcy aprende e amadurece, mais a história de Lizzie também cresce. Ou seria o contrário? Sempre atravessando as barreiras entremundos, as duas irão se redescobrir, se reescrever e explorar os infinitos mundos dentro de si mesmas.


Eita quanto livro, já está tudo na lista de quero ler infelizmente eu só posso me dar o prazer de comprar algum livro novo quando eu conseguir reduzir a pilha que tenho. God falta muito? Saudade sair comprando livro como se não houvesse amanhã. :( 

Bom tivemos algo bem engraçado durante o mochilão, o pessoal da record trouxe a "Daisy" eu confesso que eu e 90% do pessoal também não entendeu muito bem o que rolou nesse momento do evento porque eu só sei que lá estava Daisy falando em inglês isso, você não leu errado era um gringa que estava no recinto e tinha até tradutora ajudando a responder as perguntas para todos.

Tinha tudo para ser algo incrível pena que o pessoal não explicou direito o livro como vocês viram na sinopse que eu coloquei se eles tivessem explicado melhor a dinâmica do livro acho que todos teriam entendido também.

Desculpa, Record ficou muito confuso, muito mesmo. Gostaria muito de ter entendido o que rolou, mas obrigada (s2) por terem levado ela e o segurança/namorado muito gato para conversar com a gente. :)

O evento teve quase duas horas e meia de duração e todo mundo saiu de lá com uma bag super bacana com um livro, marcadores e bottons. Outro ponto que foi legal e não foi ao mesmo tempo foi os outros quatros livros que iriamos ganhar mais infelizmente o caminhão não chegou a tempo para o evento e ficamos sem levar nossos brindes para casa.


Tenho fé que o Caio vai mandar eles para gente em breve, porque seria muita sacanagem todos os estados receber e chegar aqui em SP que tem muito mais gente acabar ficando sem. :(

Esse foi o primeiro Mochilão da Record que eu fui e eu amei de coração foi super bacana. Espero que eles consigam fazer dois mochilões por ano como eles estão querendo fazer.

É isso pessoas, espero que tenham gostado não esquece de me falar ai nos comentários se você foi também e o que achou!

2 comentários:

  1. oooi, tudo bem?
    Que bacana ver o seu relato sobre o evento. Eu fui no mesmo dia. Acho que só não apareci no vídeo porque estava lá na ponta, no final, perto da parede (mas do mesmo lado, haha).
    Eu confesso que também me senti confusa com a gringa, haha, mas a ideia foi boa.
    No evento do Facebook tem gente postando foto que já estão recebendo os 4 livros. Então, vamos aguardar.
    Foi um evento legal. Levei minha mãe e meu primo e eles gostaram.
    Mas realmente MUITA gente foi. Daqui a pouco eventos assim terão que acontecer em estádios, haha.

    PROMOÇÃO DOIS ANOS DO BLOG BIO-LIVROS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani!
      Estava mega lotado mesmo, hahaha a gringa foi ótima pena que não entendi. rsrs.
      Sério! Vou dar uma olhada no evento. ^^

      Beijinhos!

      Excluir