Resenha | Golem e o Gênio - Helene Wecker

Ano: 2015
Páginas: 512
Editora: DarkSide
Nota:


Sabe quando você termina um livro e fica se perguntando o porque de ter demorado tanto para lê-lo? Bem, é assim que eu me senti ao terminar Golem e o Gênio. Desde o seu lançamento a única coisa que lia era sobre como ele era incrível e que todos deveriam ler, só que mais de um ano se passou e o livro continuava na minha estante ou porque algo mais chamativo aparecia ou por simples preguiça já que ele possui mais de 500 páginas! Mas então o grande dia chegou e finalmente o peguei para ler e agora me junto ao coro ao dizer: que história maravilhosa!

A Nova York do inicío do século XX é o cenário para essa maravilhosa fábula e é onde somos apresentados não somente a um lado da cidade do qual raramente é mostrado, como também somos apresentados a novas culturas.

Chava é uma golem, uma criatura feita de barro e com propósito de proteger o seu mestre, porém sua criação teve como principal fator ser a esposa perfeita e como isso ela possui um grande conflito com sua verdadeira natureza. Já Ahmad é um Djin, criatura feita de fogo, extremante egoísta que durante sua vida no deserto da Síria acabou de algum modo preso em uma garrafa de cobre.

Ambos são trazidos a Nova York por imigrantes, conhecendo assim a parte mais pobre e dura da cidade, onde as prioridades são ter um lugar para dormir e sobreviver ao inverno. Chava passa a viver na parte Judaica enquanto Ahmad na parte árabe da cidade e apesar das personalidades diferentes formam uma amizade cheia de altos e baixos, compartilhando e ajudando um ao outro nas dificuldades de viver entre os humanos.

Quando a amizade de Chava e Ahmad parece ter se acertado, um grande incidente acontece para separá-los e dessa vez parece que em definitivo, porém a chegada de um inimigo capaz de ameaçar a existência das duas criaturas os leva a se reunir novante e dessa vez para fazer uma escolha que irá impactar ambos.

Essa foi a primeira vez que li um livro de fantasia que se trata de mitologia judaica e árabe, pois quando peguei esse livro eu não sabia nada sobre ele (é o famoso tenho pelo hype e pela capa ^^) então quando descobri que se passava em uma época diferente e que falava de outras culturas, fiquei extremamente curiosa. Conforme eu lia prestei atenção em como as coisas era bem detalhadas, tanto os lugares quanto os costumes das pessoas e de repente ler sobre o Lower East Side e a pequena Síria era como andar e viver nesses lugares de tão rico de detalhes que é a narrativa.

Por ser um livro único fiquei maravilhada com a complexidade de cada personagem que a autora nos apresenta, pois durante a leitura vamos descobrimos a história de cada um, acompanhamos suas evoluções e chegando a conclusão de que nenhum deles está ali por acaso e de todos dois chamaram muito minha atenção. Eu adorei como a evolução e os questionamentos da Chava foram tratados ao decorrer do livro, como ter que se controlar a todo o momento, o sentimento de enclausuramento e de não poder ser ela mesma, foi explicado tão bem que dava pra sentir exatamente o a personagem estava passando. Também achei muito interessante descobrir como Saleh Sorvete, se tornou o homem idoso que vive da venda de sorvetes na pequena Síria e que ignora a tudo e a todos.

Quando terminei o livro além daquela tristeza básica em se despedir dos personagens, percebi também tinha aprendido muito com ele por ser uma história baseada em um cultura diferente e com isso deu aquela vontade de sair lendo vários livros de outras culturas, então sugestões são bem vindas, já que não tenho ideia de onde começar ^^

Golem e o Gênio é um livro diferente de tudo o que já li, narrado em uma época não muito explorada nos livros do gênero, com lugares e culturas diferentes e com personagens tão bem construídos que todo mundo deveria superar o medo por causa das mais de 500 páginas e lê-lo agora mesmo.

16 comentários:

  1. Te compreendo, dá preguiça mesmo de ler 500 páginas! E felizmente nesse caso foram 500 páginas mais do que gratificantes pra você. Nunca li nada sobre mitologia judaica e árabe também e fiquei super curiosa pra conhecer mais sobre! Adorei o fato de ter ilustrações, as imagens sempre nos aproximam mais da história né. E sendo da Darkside, imagino que a edição esteja sensacional. Ótima resenha!!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carol.

      Que bom que gostou da resenha. Eu também fiquei muito feliz que não foram 500 páginas do meu tempo jogados no lixo HAHAHHAHAH

      Abraços

      Excluir
  2. Ahh que legal, fiquei super curiosa pra ler 😍 amei o que escreveu!

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monyque,

      Leia, leia, leia! Você vai adorar ^^

      abraços

      Excluir
  3. Oi Thaty, tudo bem? Eu estou com vontade de ler faz tempo, que bom que vc curtiu! Eu nunca li nenhum livro de fantasia que falasse de mitologia judaica e árabe, achei isso bem interessante e a edição está linda demais!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mi,

      Leia logo esse livro então que você vai adorar, essas culturas são bem diferentes da nossa, mas nem por isso deixam de ser belas.

      abraços.

      Excluir
  4. Oi
    parece que essa edição é muito linda, a história parece ser complexa e bem interessante e envolvente apresentando um mundo novo ao leitor, eu lembro que quando ele foi lançado eu vi várias resenhas positivas, ainda não li uma negativa o que chama mais ainda minha atenção e que bom que gostou da leitura.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise,

      Com um livro desses não me espanta não ter críticas negativas, mas espero que seja porque as pessoas realmente gostaram dele e não porque não quiseram perder tempo falando sobre algo que não gostaram.

      bjs

      Excluir
  5. Que edição lindaaaa. Dá até vontade de ler, uma pena que eu abandonaria porque não sou muito de gostar do gênero hahahha

    Beijoss
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clarissa, que pena que esse não é o gênero que você gosta, mas que bom que ficou com vontade de ler ^^

      abraços

      Excluir
  6. Oi Thaty!
    Achei legal que o livro também ensinou bastante sobre outras culturas. Me interessei, quero ler também.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sora.

      Leia sim, o livro é ótimo!

      Abraços

      Excluir
  7. Olá Thaty!
    É tão bom quando pegamos um livro e nos maravilhamos com ele não é? Eu já vi esse livro em outros lugares, e vendo que é da Darkside tenho a certeza que toda a edição dele é maravilhosa pq eles capricham mesmo. Tenho tido contato com outras culturas também e saber mais sobre a perspectiva de outras pessoas em outros ambientes sempre nos agregam coisas boas. O livro tá na minha lista, ótima resenha ^^
    Bjos
    http://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kelen.

      Agora fiquei curiosa, quais outras culturas que você está tendo contato? Rola uma indicação? ^^

      Bjs

      Excluir
  8. Olá!
    A darkside tem uns livros muito interessantes, as capas são sempre legais também!
    Gostei da sua resenha e que bom que você gostou do livro! Vou deixar a dica anotada!
    Beijos
    5 O'clock Tea

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mi

      A Darkside tem uma curadoria de lançamentos impecáveis, com livros que sabem que vão impactar o leitor de um jeito bem diferente.

      Abraços

      Excluir