Game Review | Until Dawn


Se tinha um jogo que eu queria terminar a um bom tempo era Until Dawn, e eu finalmente consegui esse feito e eu vim aqui contar os motivos para você colocar na sua lista de compras pra ontem!

O enredo de Until Dawn parece que saiu direto daqueles filmes americanos clichês como: Eu sei o que vocês fizeram verão passado, Premonição e entre outros do mesmo gênero.

A historia central é o reencontro dos amigos Sam, Mike, Ashley, Chris, Matt, Emily, e Jessica após um ano do desaparecimento das irmãs Beth e Hannah nas Montanhas Blackwood onde a família de Josh irmão delas tem um chalé. O que eles não esperavam era serem perseguidos por um psicopata e algo bem pior.

Resultado de imagem para until dawn promotion photos

Com o gênero de aventura é possível controlar os 8 personagens através de Quick Time Events, para quem não sabe o QTE é um estilo de jogo que permite controle limitados dos personagens durante algumas partes do jogo. Dentro do UD as suas decisões influência e muito, por exemplo caso você decida não se defender de um animal isso pode mudar algo que irá acontecer no futuro. No próprio jogo eles usam o termo: Efeito Borboleta, então quando uma ação tem muita influência, na tela aparece algumas borboletas.

Imagem relacionada

Acredito que levei quase 8 horas para finalizar todo o jogo, no total temos 10 capítulos e infelizmente os três primeiros são os mais sofridos, porque é muito você conhecendo os personagens e tem poucas decisões para escolher e as que tem é mais você gerando crise entre os personagens. A partir do 5 já temos um pouco mais de ação, pois temos o primeiro ataque que a partir daí fica agitado.

Esse jogo é um ótimo investimento porque ele pode ser jogado várias vezes, como toda decisão influência você tem vários finais diferentes, eu por exemplo consegui chegar ao final com os personagens Mike, Ashley, Matt e Emily... Infelizmente eu deixei a bendita da Emily viva, olha que eu tentei mata-lá durante o jogo inteiro e a infeliz sobreviveu.

Until Dawn foi lançado em 2015, desenvolvido pela Supermassive Games e distribuído exclusivamente pela Sony para o PlayStation 4.

Bom gente é isso espero que tenham gostado da review e se jogarem não esqueçam de me contar o que achou!

Série | Riverdale


Faz um bom tempo que eu não recomendo séries aqui no blog e para retornar decidi falar de Riverdale. Olha eu tentei ficar longe de novas séries, mas como estava Thaty e eu de bobeira um dia na casa dela decidimos começar mesmo tendo uma lista infinita de outras séries.

Riverdale é uma série da CW que estreou em janeiro de 2017 e os personagens foram baseado na Archie Comics. Eu confesso que eu só queria ver a série pelo hype, para quem acompanha a Carol Moreira ou até o perfil da Warner no twitter quando a segunda temporada estreou eles não paravam de falar e agora depois de assistir eu só quero uma jaqueta da Riverdale High School.

Já quero deixar bem claro, que Riverdale é o tipo de série bem adolescente, pouco elaborada e tem vários momentos que acaba sendo previsível, bem cara de algo feito pela CW. Massss, isso não quer dizer se vocês não vão se divertir então aqui vai os motivos para assistir essa série.

Primeiramente um review rápido:


A série vai contar a história da pacata cidade de Riverdale que era considerada tranquila até a morte misteriosa de Jason Blossom, um dos filhos da família mais rica e poderosa da cidade, além dele ter sido o mais popular do colégio. Com o retorno das férias de verão os alunos estão agitados com a morte de Jason.
E para resolver esse mistério temos alguns personagens em destaque como Archie Andrews, Betty Cooper, Jughead e a mais nova aluna do colégio Verónica Lodge.

Pegou o conceito da série? Espero que sim.

A série por ter um mistério envolvido é ótima com cliffhanger, cada final de episodio era um cliffhanger que fazia seguir para o próximo, posso dizer que os 10 primeiros episódios é muito fácil de assistir porque tem algo que te faz querer assistir mais para saber.

Resultado de imagem para riverdale gif 1 season betty
Algo que gostei bastante foi ter a história de cada personagem sendo trabalhada ao longo da série, como por exemplo a Betty a relação dela com os pais e os amigos, a paixão secreta dela pelo Archie e como ela sente falta da irmã. Tem um episódio que a gente descobre um lado negro da Betty que sério, eu queria ver mais vezes.

Já o Jughead é o personagem que eu mais gosto (até a 2º temporada quando eu comecei a pegar raiva dele) ele é o meio o garoto excluído da escola, mora em um cinema da cidade e tem uma péssima relação com o pai, que faz parte de uma gangue. Vale comentar que o Jughead é a pessoa que faz a narrativa em alguns momentos da série, como ele estivesse contando a história para nós. O que é meio o que acontece durante a série já que ele está escrevendo uma história sobre a morte misteriosa do Jason.

Imagem relacionada

Resultado de imagem para riverdale gif 1 seasonA personagem que eu mais detesto infelizmente é a Cheryl Blossom, irmã gêmea do Jason Blossom a.k.a o menino que morreu de forma misteriosa e a única pessoa que estava presente era a irmã dele. Ela é muito bipolar, tipo muito mesmo não tem como prever o que ela vai fazer, uma hora ela tá boazinha, dois segundos depois ela é uma insuportável e maldosa, além de chegar a ser cômico o jeito dela. Durante a série ela tem vários atritos com a nova aluna do colégio Veronica Lodge, que teve que retornar a cidade depois do escândalo da prisão do pai.


Já o menino Archie Andrews ou como eu e a Thaty que gostamos de chamar o Troy Bolton, vou explicar o porque chamamos ele assim. O Archie, descobriu que gosta de musica e que quer seguir essa carreira, mas ele também faz parte do grupo de futebol americano da escola, aí tem alguns atritos porque ele quer deixar o futebol e o pai não quer. Tá vendo a semelhança? Só falta alguém contar para "Get'cha Head In the Game". Adiciono também que ele é pegador da série, toda hora ele tá falando que gosta de alguém.

Imagem relacionada

No geral a série é legal, vale a pena como disse algumas coisas são bem previsíveis e outras nem tanto, acredito que os cliffhangers são o que faz você assistir a série de uma vez pela curiosidade. O bom é que ela é curta cada temporada tem cerca de 13 episódios a primeira e a segunda acredito que vai ter o mesmo número.

Fica aqui minha indicação e espero que gostem da série! =)

Metas para 2018 e 5 anos de Blog



Olá pessoas!

Andei sumida, mas hoje venho aqui para conversar um pouco até porque completamos 5 anos de blog! Sim, como passa rápido. Ah, também vamos falar um pouco sobre metas!

Metas, Metas e Mais Metas!
  • Canal 

Esse ano quero voltar com o canal, sim! Nós temos um canal no youtube. Está meio largado no último ano, mas a meta é retornar com ele... Vai levar um tempo, cerca de dois - três meses, pois quero fazer direito dessa vez. Como ter uma base de videos já prontos para poder ir liberando enquanto gravo outros. 

Sobre o foco do canal, essa talvez seja a parte mais difícil porque é tanta coisa que eu quero gravar e pode virar uma zona se eu não tomar cuidado. De qualquer forma com certeza vai ter livros, eventos e viagens! :) 

Aproveita e se inscreve aí: [LINK]

  • Instagram e Facebook
Confesso que estou um pouco inspirada na parte de fotos e estou buscando melhorar vendo vídeos de dicas e buscando inspirações no Pinterest para criar as imagens para o Facebook e Instagram do blog assim conseguimos atrair outros leitores. 

Vale pedir para dar uma passadinha no Instagram e Facebook, só clicar! 😚

  • E o blog, como fica?


Voltarei a fazer posts aqui para o blog, até porque eu tenho uma boa quantidade para finalizar do ano passado! (shame)

Ah, e a Thaty com certeza continuará por aqui fazendo resenhas, até porque se não fosse por ela esse blog estaria as moscas no último ano! Obrigada Thaty 💗

  • Novos Equipamentos

Para realizar esse monte de meta, vai ser necessário investir em equipamentos...como ficar um ano sem notebook para poder comprar o meu tão sonhado Macbook agora em Abril. Vale adicionar que esse foi um dos motivos que eu não andei postando aqui no blog no último ano? 
Além de um notebook precisamos de uma câmera quem também vai ser providenciada logo, logo. (Pelo menos eu espero!)  


Acho que era isso eu tinha para contar de metas para o blog e canal agora em 2018. 


Bjs! 
Ray