Games | Just Dance 2019

Olha eu aqui mais uma vez para falar da mais nova versão da franquia que sou viciada mais que tudo na vida: JUST DANCE! A última vez que falei sobre ele aqui foi em 2016 e não falei mais sobre desde então, pois como eu tinha um console da 3ª geração não existiam grandes adições ao jogo eles só lançavam as músicas e pronto considere-se feliz por ainda fazermos jogos pra vc ^^. Mas atualmente com Switch pude ver o que há de novo no mundo do Just Dance.

Pra começar a Ubisoft foi bem radical na mudança do layout, esqueça as cores escuras e ícones grandes para a seleção das músicas, agora o visual é bem clean bem mais fácil de navegar. A versão de 2019 foi dividida nas seguintes abas: Home, Playlist, Músicas, Pesquisa e Perfil. Dentre essa nova divisão o que mais me chamou a atenção foi a Playlist, pois anteriormente no modo offline só existia a opção do jogador criar uma playlist e agora ele já vem com playlists criadas para jogar tanto no modo offline quanto no online.
Porém pra mim essa não foi a maior mudança do JD 2019, mas sim o fato de que 95% do jogo estava bloqueado. Eu não conseguia entrar no Dance floor, criar meu perfil ou dançar qualquer música, dessa vez pra fazer qualquer coisa eu tinha que jogar com as músicas disponíveis, ganhar pontos e ir desbloqueando as funções no melhor estilo Mario Kart de ser. Isso é legal para conhecer o jogo, mas teve um hora que eu não aguentava mais dançar só para conseguir fazer meu perfil.

Por falar em perfil essa parte também sofreu algumas modificações, já que além do avatar e do nome você pode se dar um título. Esses títulos são coisas como "O Super dançarino", "O maratonista", "O perfectionista" e cada um é desbloqueado conforme a quantidade de perfect moves, estrelas ganhas ou estilos de músicas dançados.

Sobre a playlist uma coisa que reparei é as músicas estão bem atuais, então ano temos "Havana", da Camila Cabello, "New Rules", da Dua Lipa e "No Tears Left To Cry" da Ariana Grande além de cada vez mais mais representação de Kpop que fica por conta de "DDU-DU DDU-DU", do Black Pink e "Bang Bang Bang" do BIGBANG. O Brasil foi representado por "Bum Bum Tam Tam", não a versão funk, mas sim uma versão remixada.

 

Mais uma novidade com relação a jogabilidade é justamente no desbloqueio das músicas alternativas (as antigas extreme), agora é necessário que tenha pontuação acima de 11000 na versão normal, fazendo com que você jogue aquela música até chegar no nível de ouvir ela no consultório do dentista e já começar a dançar a coreografia sem precisa do jogo HAHAHAHHA

Pra mim os pontos negativos da versão de 2019 foi a retirada da opção de jogar com os smartphones, que era bem util quando de se tem várias pessoas e apenas dois controles e o resgate de recompensas com as moedas que são ganhas com o mojo (alguém consegue me dizer uma utilidade para os artwork desbloqueados, porque eu até agora não consegui).

No geral as mudanças apresentadas foram bem executadas, com o foco em se consolidar ainda mais nessa categoria que não possui concorrência (RIP Central Dance) e em trazer novos jogadores (afinal a Just Dance World Cup vem crescendo em números de participantes a cada ano), Just Dance 2019 continua sendo um ótimo jogo de dança não importando se o seu objetivo é jogar com os amigos ou virar um mestre do fit dance.

2 comentários:

  1. Oi Thaty,
    Simplesmente amo Just Dance. Não sabia que tinham havido tantas mudanças nesse último lançamento. Ainda preciso comprar a câmera do PS4 pra jogar, no geral só joguei na casa de amigos... Finalmente, pelo que vi, estão respeitando as coreografias originais do K-pop e achei isso maravilhoso. Muito obrigada por me trazer informações tão preciosas *-* Feliz Páscoa!
    Bjos
    http://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kelen,

      Eu nem sabia que as coreografias das músicas coreanas eram as originais, mas adorei saber disso porque se tem algo que me chama a atenção nas apresentações de K-pop são justamente elas.

      Abraços

      Excluir