Eventos | FLIPOP 2020: On-line


Graças ao que está acontecendo no mundo, os principais eventos do ano tiveram que ser remodelados para um formato on-line e com isso é normal perderem um pouco de sua essencia ao irem para uma nova plataforma. Depois de particar de alguns desse fiquei com medo que o mesmo acontece com a FLIPOP, alías esse evento é um dos pouco que mora no meu coração, porém para a minha surpresa (ao não) mesmo sendo feito de forma remota os organizadores conseguiram transmitir para todo o mundo a experiência maravilhosa que é estar numa FLIPOP

Para começar vamos falar de toda a estrutura que foi montada para que o sentimento de estar numa FLIPOP fosse mantido e aqui venho dar os parabéns a equipe porque eles conseguiram isso com maestria (pelo menos da minha parte). Um evento não é um evento se não tem credencial não é mesmo? E para isso foi disponibilizado um arquivo PDF com a credencial para gente imprimir e adicionar a coleção. Para substituir o famoso letreiro foi criado um filtro no instagram, afinal você não está na FLIPOP se não tem uma foto com o letreiro ^^. Sorteios? Temos! Ao final de cada painel eram feitos sorteios de livros relacionados com os temas e também ao fim do dia. E por fim foi criada uma parceiria com a Amazon para vender os livros com desconto e alguns com brindes.

Sobre o local podemos dizer que a FLIPOP mantém a tradição de não repetir o mesmo endereço, já que esse ano graças ao meios digitais ela pode acontecer em vários lugares do Brasil e até em vários continentes. Por causa dessa flexibilidade pudemos pela primeira vez ser apresentados a escritores de todos os lugares do Brasil, conhecer seus trabalhos e ficarmos desesperados por ter descobertos mais livros para serem adicionados a nossas wishlist HAHAHAHHA. Outro ponto positivo desse novo formato é que é todos os videos ficaram salvos no canal da seguinte então agora é possivel reassistir os paineis que a gente mais gostou e reviver tudo aquilo de novo.

A maior e melhor ação criada para essa nova edição foi a parceiria que a editora seguinte fez com a bienal da quebrada, que é um projeto social que tem como objetivo democratizar o acesso a leitura e levar livros e eventos literários para as quebradas do país. Durante o evento podiam ser feitas doações e ao final a editora iria dar o mesmo valor em livros, com teto de 50 mil reais, só que antes mesmo do evento acabar a editora deu os 50 mil não importando o valor final!! Se você não pôde doar e quiser fazer ajudar o projeto, aqui está o link para se tornar um apoiador/apoiadora ou mais pra frente (quando a pandemia acabar) quiser ajudar eles doando livros ^^

Com tudo isso dito, vamos falar sobre os paineis. Mais uma vez só tenho a dizer que a curadoria da FLIPOP foi perfeita, trazendo temas relevantes e panelistas com um conhecimento enorme. Aliás nem preciso dizer que esse ano finalmente eu consegui assistir a todas as mesas, o que me fez pensar se num futuro o evento poderia considerar o fato de gravar pelo menos os paineis principais para disponibilizar na internet para ninguem perder nada.

Infelizmente eu não consigo dizer qual painel eu gostei mais, pois como eu disse todos trazem temas que deixam muito a se pensar e enrriquecem em muito o nosso jeito de ver o mundo, mas deixei aqui em baixo alguns vídeos para quem não tava sabendo do evento/ou se esqueceu dele ver e depois correr para o canal da seguinte e maratonar. Uma dica: sugiro que vocês vejam os vídeos no youtube e com a parte dos comentários "ao vivo" ligados por que quem nunca foi no evento vai ter uma ideia de como é o ambiente acolhedor e super inclusivo que é a FLIPOP



Ah e quase que eu já ia esquecendo, como esse ano não teve ecobag com brindes, a seguinte lançou um e-book que é uma compilação de cartas que os escritores dessa edição escreveram para eles mesmos quando eram adolescentes. E olha, só tenho a dizer que esse ebook é a coisa mais linda.

Bem, deu pra perceber que mesmo sendo transportada para o modo on-line, a FLIPOP conseguiu manter suas raizes, entregar um belo festival e se consolidar cada vez mais com um grande festival de literatura POP. Mas bem, agora quero saber de vocês, o que acharam dessa edição?

0 comentários:

Deixe seu comentário