Game | Doki Doki Literature Club

 
A primeira vista Doki Doki Literature Club parece ser mais um jogo simulação de namoro, onde o jogador tem que escolher qual das protagonistas ele ofertará todo o seu amor, porém ao dar play em seu trailer somos apresentado a seguinte frase "Este game não é recomendado para crianças ou aqueles que são facilmente perturbados" e percebemos que esse jogo não é o que parece ser.

Na história você é um estudante que entra em um clube de literatura, graças a insistência de sua amiga de infância e lá conhece outras três garotas que estão fazendo ao máximo para que o pequeno club vire um clube oficial da escola.
 
  • Monika - Presidente do clube, bem popular entre os estudantes e é vista como sendo inteligente, segura de si e está sempre trabalhando duro para que o club seja bem-sucedido.
  • Sayori - A melhor amiga do protagonista e quem o convence a entrar para o clube. Ela é a vice-presidente do clube e é vista como inocente, alegre e muito boa em lidar com outras pessoas.
  • Natsuki - É a menor integrante do grupo e por várias vezes é confundida como sendo uma aluna do primeiro ano. Ela vista pelos outros personagens como impulsiva, teimosa e arrogante. 
  • Yuri -  É apaixonada por livros de horror e thriller psicológicos e esse seu gosto é altamente contrastado com sua personalidade, pois ela é retratada como sendo tímida, muito educada, sensível e madura.
 
Como qualquer simulador de namoro, você deve escolher uma garota para se tornar mais intimo e para isso você deverá escrever poemas com temas que seja do gosto de seu interesse romântico. Porém conforme a história vai avançando é possível perceber que as conversas com as personagens e os poemas começam a ficar mais sombrios e aí que vemos a verdadeira face de Doki Doki.
 
 
Não vou dar muitos spoilers, porque ao meu ver o melhor jeito de aproveitar Doki Doki é não saber  absolutamente nada sobre ele, exceto que é um jogo de terror psicológico. Sério gente não se deixem enganar pelas imagens fofas, esse jogo é realmente pesado então é bom levar o disclaimer do começo do jogo muito a sério, aliás eu particularmente acho que o disclaimer foi até muito leve e que na verdade ele deveria ser algo do tipo "Esse jogo não é recomendado para aqueles que não querem ser traumatizados pro resto da vida". 
 
Pra mim os modos encontrados para inserir terror numa narrativa "fofa", foi o que tornou esse jogo tão apelativo, as partes assustadoras não são tão gore e nem previsíveis. Este não é um jogo que assusta apenas por assustar, todos os sustos são feitos para fazer com que o jogador tenha uma nova perspectiva sobre os jogos do gênero de simulação de namoro, pensar sobre as pessoas que os desenvolvem, os jogadores que os consomem e porque eles possuem certos estereótipos.

Com isso vemos como Doki Doki possui uma narrativa maravilhosamente criativa e disruptiva, com diálogos que em um tempo vão te fazer pensar: "que fofa, me pede o mundo que eu te dou" e em outro "pera aí o que você disse? É isso mesmo? Vou fechar esse jogo agora!". E isso tornou a minha experiência com o jogo algo totalmente diferente de tudo com que eu tinha vivenciado e mesmo não sendo fã do gênero de horror psicológico (ou mesmo horror de modo geral), me vi literalmente viciada em descobrir o que estava acontecendo (mesmo quase morrendo do coração no processo 😁)
 
Outra coisa bem legal desse jogo são os easter eggs e apesar de agora ele estar disponível em diversas plataformas, eu particularmente ainda prefiro a versão para PC, que além de ser gratuita dá uma melhor experiência ao jogador caso ele deseje ir mais além da história central. E vou dizer a vocês que esses easter eggs enriquecem ainda mais o lore do jogo, então vale muito a pena passar um pouco a mais de raiva para encontrá-los.


O lançamento do jogo foi em 2017 e era somente para PC, mas recentemente ele foi relançado sob o nome de "Doki Doki Literature Club Plus" e como eu mencionei anteriormente agora ele está disponível em outras plataformas (PS5, PS4, Xbox One, Xbox Series X/S e Nintendo Switch).

A nova versão foi totalmente repaginada (os gráficos foram atualizados para HD) e novos conteúdos e maneiras de acessar certas partes do jogo foram acrescentados, mas não se preocupe a história em si não foi modificada. Dentre esses novos conteúdos estão várias coisas para serem desbloqueadas ao passar do jogo, como: artes da concepção do jogo, wallpapers, músicas da trilha sonora (para ouvir quando quiser) e novas "side stories" que nada mais são do que pequenas histórias (datadas antes dos eventos do jogo principal) que exploram mais os relacionamentos entre as integrantes do grupo e fazem você ficar ainda mais apegado as personagens. 

Com essa nova versão fiquei pensando se valia a pena pagar por algo que eu já poderia ter de graça na Steam e a resposta é: depende. Se você já jogou Doki Doki e se tornou fã do game, eu diria vai com tudo e adquira a versão plus que você vai adorar (principalmente quando completar 100% do jogo), mas se você acabou de conhecer o jogo, escolha a versão de PC e experiencie Doki Doki na sua essência ^^.

Doki Doki Literature Club é um jogo de horror brilhante, que deturpa estereótipos e ensina o jogador a não se deixar levar pela aparência fofa das personagens, o ambiente cor de rosa e a música alegre do jogo, pois participar de um club de literatura pode causar sérios danos a sua sanidade.

16 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar desse jogo, mas me interessei bastante hahaha!
    Beijinhos,
    www.cafecommands.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Thaty,
    Eu já ouvi falar muito sobre esse jogo, mas todo mundo que fala não quer dar spoilers, e eu queria muito saber dos spoilers para ter uma ideia do que esperar...
    Bjos
    Kelen Vasconcelos
    https://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Não conhecia o jogo - até pq eu não sou muito de jogar e tals - mas to rindo porque todo design dele é fofo, mas fui lendo sua review e chocada como vira um terror psicológico.
    Difícil não ficar curiosa com o final.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  4. Ainda não conhecia o jogo, mas adorei essa proposta e confesso que arriscaria conhecer, mesmo que não seja muito recorrente eu fazer.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  5. Oi meninas,
    Não tenho o costume de jogar, então sou uma negação para o mundo dos games.
    Tanto que nem conhecia esse! kkkk
    beeeijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Thaty.
    O único jogo que ainda jogo de vez em quando é The Sims, mas ainda falta tempo hehe. E esse jogo é propaganda enganosa porque o gráfico parece ser tudo tão fofo hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Vou passar vergonha agora: acredita que o único jogo que costumo jogar é o candy crush no meu celular haha... Falei que ia passar vergonha!
    Então, ainda não conhecia esse, mas parece ter uma proposta legal.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Chocada pq eu realmente pensei que se tratava de um jogo no estilo "namoro" haha. Agora fiquei curiosa ahahaha

    <a href='https://saidaminhalente.com">Sai da Minha Lente</a>

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem?
    Ainda não conhecia, gostei da dica!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  10. Eu nunca fui de jogar no computador, game, nada disso... mas sinceramente, eu fiquei bem apreensiva só de ler sobre ele... De qualquer forma, deixaria passar a dica, viu? =s
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  11. Oi Thati, tudo bem?
    Eu adooorava esse estilo de jogo! Fiquei chocada conforme li a resenha e vi que era de horror psicológico. Não sei se você curte anime, mas um que causa a mesma sensação é Madoka Magica: você olha as meninas super fofas, mas a trama é sombria pra caramba.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  12. Oi, Thati. Tudo bem?
    Eu não conhecia esse jogo. Achei bem interessante faz um tempo que não jogo coisas assim, colocar na lista para checar.

    Beijos, Vanessa
    Leia Pop

    ResponderExcluir
  13. Amei a dica de jogo, não conhecia e fiquei bem curiosa.
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Thaty. Como vai? Não conhecia este jogo, parece interessante. Que bom que você gostou de jogá-lo. Abraço!

    http://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/


    ResponderExcluir
  15. BELOVED HAHAHAHAH
    eu gosto de sjogo de namoro assim, eu jogo amor doce vira e mexe ainda, mas não conhecia esse! Será que me arrisco? RSRSRSRR
    adorei a dica, fiquei curiosa, CONFESSO, terror psicológico? Parecia tão fofinho KKKKKK
    e pelo trailer vc ate fica com pé atrás MAS NAO PARECE NADA kkkkkk
    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  16. Oi Thaty,
    Ainda não conhecia esse jogo, mas ele tem duas coisas que gosto, simulação e uma personagem apaixonada por thrillers, que também é meu gênero favorito, haha. Além disso, amei a crítica aos jogos de namoro. Quando possível quero joga-lo. Podia ter uma versão pra celular né? *-*
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir