Balanço 2021

Mais um ano se passou e chegou a época de retrospectivas e ver se conseguimos bater nossas metas. 


 

No começo do ano eu fiz um post sobre querer reler algumas séries/livros favoritos e agora revisitando aquela lista vi que mesmo não conseguindo cumprir 100% dela até que eu não fui mal. Pelo meu ritmo de leitura e pelo tamanho da lista que eu criei eu já sabia que não ia conseguir ler tudo e ainda ler livros novos, porém consegui riscar da lista Endgame, Filhos do Eden e os livros do John Green. Com as releituras pude confirmar que Endgame ainda é meu queridinho, pude apreciar ainda melhor o mundo criado pelo Eduardo Spohr e chegar a triste conclusão de que os livros do John Green não são mais pra mim (mas eles ganharam uma nova casa ^^).

 


Outra meta que fiz foi a de ler mais livros em inglês, afinal fiz curso pra quê né? Esse ano foram 11 livros entre eles a trilogia Grisha, a duologia O Diabo veste Prada e a trilogia Shades of Magic e fiquei muito contente com a minha evolução, como a leitura vai ficando mais fácil conforme treinamos mais

 


No desafio de leitura do Goodreads desse ano eu fui além de qualquer expectiva que eu tinha! Minha meta eram 14 livros lidos no ano porque não queria me cobrar tanto afinal, pandemia, mas não sei o que aconteceu (acho que tédio 😁) e no fim acabei lendo 31 livros!


 

E desses 31 fica a lista abaixo dos melhores do ano (sem ordem de preferência):

 


Cinco anos se passaram desde que Mia se formou na faculdade — e sua vida anda bem agitada. Ela coordena um centro comunitário em Nova York, continua perdidamente apaixonada por Michael e está sempre cheia de compromissos reais na agenda. E por falar em compromisso… A imprensa não perde uma oportunidade de maldizer a vida do casal. Por que não se casaram até hoje? Existe outro pretendente? Como a família real permite que ela passe as noites fora de casa? Os paparazzi vivem atrás da princesa, mas ela tem outras prioridades. Até passar um fim de semana romântico com seu amor nas Bahamas. Será que chegou mesmo a hora do “felizes para sempre”?
 
 
 
Outrora transbordando a vivacidade vermelha da magia, o império Maresh é invadido por uma sombra lançada pela escuridão. Kell começa a questionar a quem deve sua lealdade. Lila Bard, agora precisa aprender a controlar a magia antes que esta seja drenada por seus próprios poderes. E o capitão do Night Spire, Alucard Emery, reúne sua tripulação para correr contra o tempo em busca do impossível. Uma conjuração de luz é a conclusão épica da série Tons de Magia, e um acerto de contas com o passado e uma luta por um futuro incerto que sela o destino de Lila, Alucard, Kell, e até mesmo Holland.
 
 
O show mais aguardado do ano! Pelo menos para Antônio, um jovem de 26 anos que não sente vergonha nenhuma em virar a madrugada na rua para conseguir comprar um ingresso para o show de retorno da sua boyband favorita. A noite está fria, os fãs são barulhentos e a calçada está longe de ser confortável, mas quando o acaso coloca Gustavo ao seu lado, passar quinze horas em uma fila não parece mais uma ideia tão ruim assim.



Alina tenta levar uma vida normal com Maly em uma terra desconhecida, enquanto mantém em segredo sua identidade como Conjuradora do Sol. O Darkling retorna com um aterrorizante e novo poder e um plano que irá testar todos os limites da natureza. Com a ajuda e com os ardis de um admirável e excêntrico corsário, Alina retorna ao país que abandonou, determinada a combater as forças que se reúnem contra Ravka. Mas enquanto seus poderes aumentam, ela se deixa envolver pelas artimanhas do Darkling e sua magia proibida, e se distancia cada vez mais de Maly.



O Darkling governa Ravka de seu trono de sombras. Oculta nas profundezas de uma antiga rede de túneis e cavernas, Alina está fragilizada e deve se submeter à duvidosa proteção do Apparat e de seus fanáticos. No entanto, sua esperança está em outro lugar e seus planos exigem que ela terá de forjar novas alianças e deixar de lado as velhas rivalidades para encontrar o último dos amplificadores de Morozova. Porém, quando começa a desvendar os segredos do Darkling, ela descobrirá um passado que vai alterar para sempre a sua compreensão do vínculo que eles compartilham. 

 


Após completar 50 anos, um experiente jornalista decide abandonar tudo e escrever um livro-reportagem a partir da obra O cortiço. Para realizar seu sonho, ele terá de enfrentar a própria família.

 

 

 

 

 

Bem, esse foi meu 2021 e espero que o de vocês tenha sido tão bom quanto. Nos vemos em 2022 com mais resenhas de livros, games, séries e falar de coisas boas ^^

8 comentários:

  1. Oi Thaty, tudo bem?
    Adorei o seu balanço e suas conquistas!
    Minhas metas também sempre são mais humildes: 12 leituras por ano, 1 por mês. O que eu ultrapasso é lucro, e em 2021 li 33 livros ♥
    Também gostei de ver que você releu coisas antigas e passou pra frente o que não faz mais sentido. Quero fazer isso também em algum momento!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  2. Oi Thaty,
    Feliz Ano Novo!
    Parabéns pelas metas cumpridas e superadas ^^
    Eu também acho que os livros do John Green não são para mim kkkkkkkkk
    Amei seu balanço.
    Bjos
    Kelen Vasconcelos
    https://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Feliz Ano Novo moça! Eu amei seu balanço anual. Mesmo não tendo cumprido a meta, fez boa parte dela, isso que importa, né? E mais ainda, que foi divertido. Eu também cheguei à conclusão de que John Green não é mais para mim, mas Eduardo Spohr ainda tem um lugar marcadinho no meu coração.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thaty. Primeiramente feliz 2022 pra você. Que bom que você tenha conseguido alcançar algumas metas. Que neste 2022 você possa ler ainda mais, se assim desejar. Adorei o seu balanço anual de 2021. Abraço!




      https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

      Excluir
  4. Olá, Thaty.
    Que legal que conseguiu ler bem mais do que esperava. Eu queria saber ler em inglês porque as edições são tão mais bonitas hehe. E menina, já desisti do Green faz tempo hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Olá! Eu li a trilogia Grisha ano passado e gostei demais. Green eu gosto, apesar de não ter lido ainda o mais recente dele. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Eu consegui ler os livros que eu queria em 2021 <3
    Ainda não li a trilogia Grisha

    www.saidaminhalente.com

    ResponderExcluir
  7. OIe Thaty!!
    QUe legal!!!!!
    11 livros em ingles? UAUUUUUUUUU!!!
    eu li um ou dois rsrsrs
    Mas adoro passar a meta e John green não é mais pra mim, li bastante dele tambem
    menos tartarugas ate la embaiixo mas ja me decepcionei entaõ não quero mais, sabe?


    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir